Para além da Microsoft, parece que também a Gigante de Cupertino está de olho no negócio da rede social TikTok. A notícia está a ser avançada pela Axios.

"Várias fontes dizem-me que a Apple manifestou interesse, embora não haja fontes dentro da Apple..."  - Diz o jornalista Dan Primack, da Axios. "...Sim, seria um acordo incomum para a Apple, já que o TikTok é uma aplicação multiplataforma e uma dor de cabeça política maior do que Tim Cook pode querer (tanto aqui quanto na China). Mas se alguém tiver o dinheiro disponível ..."

Temos visto um escalar dos ânimos entre a rede social e o Presidente dos Estados Unidos. Trump ameaça banir o TikTok do país, por preocupações quanto à segurança nacional. Para quem não sabe, o TikTok é propriedade da empresa Chinesa ByteDance, e as autoridades de segurança nos EUA estão preocupadas com o facto da rede social coletar dados pessoais e com a possibilidade de os partilhar com o governo chinês.

O TikTok só não será banido dos EUA a menos que seja vendido a um comprador americano até ao dia 15 de setembro.

A Apple já veio desmentir a notícia. Ao telefone com o jornalista Dan Primack, da Axios, um porta-voz da Apple diz que não há discussões sobre a compra do TikTok e que a empresa não está interessada. O que não é uma surpresa... Mesmo que estivesse interessada não o ia dizer nesta altura do campeonato...

Se a Apple adquirisse o TikTok representaria a sua maior aquisição de todos os tempos, com valores a chegarem aos 30 mil milhões de dólares. A última de valores astronómicos foi mesmo a da Beats, em 2014, por 2.6 mil milhões de dólares.