Há alguns meses vimos que a Apple e a Google começaram a trabalhar juntas em relação às APIs para monitoramento de exposições à COVID-19 no Android e iOS, mas engane-se quem pensa que este é o único trabalho que as empresas realizam juntas.

Por muitos anos a gigante de Mountain View tem supostamente pago quantias significativas à maçã para se manter como o motor de busca padrão no Safari para iOS, iPadOS e, também, macOS.

A Google paga caro para ser o mecanismo de busca predefinido do Safari

O acordo entre ambas garante que utilizadores de iDevices ou Macs vão utilizar o serviço da Google quando digitarem qualquer palavra na barra de endereços do browser nativo – mas ao que tudo indica, ele está a chegar ao fim.

O contrato deve expirar nos próximos meses, seja por ter caducado ou até mesmo devido à forte pressão imposta por leis anti-competitividade em diversos mercados (incluindo o europeu).

Ao mesmo tempo, a empresa de Tim Cook começou a dar pistas de que estará a desenvolver um concorrente para o Google Search. No iOS 14 e macOS Big Sur, por exemplo, as buscas no Spotlight já não mostram resultados baseados em pesquisas na web.

Buscas no Spotlight do iOS 14 e macOS Big Sur levam direto às páginas da web

Elas passam agora a oferecer links de acesso direto às páginas. Por outras palavras, o Spotlight "perdeu" a habilidade de pesquisar no Google.

Outro indicativo pode ser encontrado em vagas de emprego recém-listadas nos Estados Unidos, à procura por engenheiros com foco em Inteligência Artificial, Machine Learning e serviços no mesmo âmbito.

Para finalizar, temos também mudanças relacionadas ao Applebot web crawler (rastreador da web presente em serviços como a Siri e o Spotlight), que teve a sua página oficial de suporte atualizada com ainda mais informações para os webmasters.

Entre os novos detalhes temos explicações de como verificar tráfego do Applebot, diferenças entre versões mobile e desktop, uma nova secção a explicar como o serviço renderiza páginas similar ao Google Search e, até mesmo, uma parte onde são detalhados rankings de aparecimento nas buscas e fatores que os afetam.