Como descobrir se temos alguma password comprometida
Pedro Alves

Como descobrir se temos alguma password comprometida

A criminalidade online atingiu um ponto em que todo o cuidado é pouco. Infelizmente, a sensibilidade dos utilizadores para este assunto não evoluiu na mesma proporção que a sofisticação dos ataques, o que acaba por ter consequências nefastas. O problema é que, quando a vítima se apercebe disto, pode já ser tarde demais...

Esperamos que nunca tenhas passado por isto, mas se já passaste vais certamente reconhecer esta situação: receber emails de algum site ou rede social a informar de tentativas de login suspeitas. Aquando da receção deste tipo de comunicações deves acionar automaticamente o alerta vermelho, ou seja, procurar o botão ou link que diga algo como "Não reconhece esta atividade?" ou "Acha que a sua password foi comprometida?". A partir daqui, o processo de recuperação dos dados de acesso ao serviço em questão é imperativo.

Felizmente, há formas de ficares a saber se alguma das tuas palavras-passe foi vítima de fugas de informação. Vamos passar a descrevê-las:

Alertas da Surfshark

Os clientes da Surfshark têm à sua disposição uma ferramenta de verificação de fugas de dados, que assegura a segurança dos utilizadores em tempo real no que a este quesito diz respeito. Apesar de ser um serviço pago, a sua qualidade falar por si, ao incluir notificações por email, a maior base de dados de registos de fugas de informação, monitorização de quantidades ilimitadas de endereços de email, números de identificação civis e cartões de pagamento, e para terminar um processamento rápido de registos.

HaveIBeenPwned?

O site have i been pwned? foi criado por um executivo da Microsoft e é, sem sombra de dúvida, o site mais popular no que toca a verificações de violações de dados. Os resultados devolvidos são rápidos, a facilidade de utilização é imensa, e apesar de ser um serviço gratuita é capaz de verificar quer emails, quer números de contacto. Porém, não há bela sem senão: o HaveIBeenPwned? não mostra os dados específicos da fuga encontrada, apenas diz se os dados pesquisados estão ou não seguros... Além disso, conforme mencionado atrás, apenas procura emails e números de contacto, ficando de fora cartões de pagamento e números de identificação civis.

Verificação de palavras-passe da Google

A Google tem o seu próprio verificar de fugas de informação, que te alerta durante os acessos a sites comprometidos. Mesmo sendo gratuito, este serviço prima pela praticidade mas pouco mais... Os alertas recebidos são fidedignos, porém a verificação tem de ser efetuada manualmente, está limitado apenas a usernames e passwords, e se porventura alterares a palavra-passe de um site comprometido devido a esquecimento da inicial, a Google não te alertará para nada...


Conforme foi possível verificar, a Surfshark é quem oferece o serviço mais eficaz no que concerne ao assunto abordado. O recurso ao mesmo evita, por exemplo, o roubo de contas bancárias (e respetivas consequências), o acesso a outras contas cujos dados de acesso sejam semelhantes, e a venda dos teus dados pessoais para fins mal intencionados.

Com isto em mente, juntamo-nos à Surfshark para garantir aos nossos leitores a maior segurança possível para os seus dados. Assim, se clicarem neste link dedicado irão aceder à página específica resultante desta parceria, que garante aos utilizadores um desconto de até 82%, que acumula com a oferta de dois meses de serviço! Não percam mais tempo, a segurança não tem preço!

Pedro Alves profile image Pedro Alves
Publicado a
Patrocinado Dicas