Antes do lançamento da série iPhone 11 em 2019, a Apple nunca se tinha tornado uma referência em autonomia de bateria para telemóveis. Dificilmente um utilizador conseguiria estender o uso por mais de um dia, especialmente nos tempos atuais, onde os portáteis acabaram por se tornar quase uma extensão das nossas vidas.

Alguns acabam a recorrer ao uso de Power Banks, outros preferem por apostar em soluções como capas carregadoras – inclusive, a Apple oferece a Smart Battery Cover exclusivamente com esse propósito – porém, podemos afirmar que existem táticas não muito complexas que poderão garantir uma autonomia maior.

Inspirando num artigo publicado pela PCMag, partilhamos a seguir algumas dicas valiosas para prolongares a vida útil do teu iPhone e passares um tempo extra longe das tomadas.

Ativa o Modo de baixo consumo

Muitos acabam por não perceber, mas este modo é um verdadeiro aliado para estender o tempo de uso no iPhone. Nele toda a atividade em segundo plano é temporariamente reduzida até que uma nova recarga seja realizada – portanto, downloads, verificação de e-mails e outros ficam suspensos após a ativação.

O Modo de baixo consumo é ativado automaticamente quando o iPhone atinge 20% de carga, mas também é possível ativá-lo antes disso, caso a bateria esteja abaixo da marca de 80%.

Para fazê-lo, basta aceder a Definições > Bateria e ativar o primeiro switch exibido na página. Saberás que o modo foi ativado observando o ícone de bateria no canto superior direito do ecrã, que vai apresentar a cor amarela.

Personaliza as definições de brilho

Com ecrãs cada vez maiores e com mais resolução, o consumo de conteúdo multimédia torna-se, de facto, muito mais prazeroso – porém, o preço a pagar por essa regalia é uma duração de bateria reduzida (e possivelmente algumas horas de sono a menos).

A boa notícia é que tens no iPhone a possibilidade de reduzir o brilho para estender o tempo de uso, algo que pode ser aliado à ativação do recurso Brilho automático para melhores resultados.

Ativa-os em Definições > Acessibilidade > Tamanho de texto e visualização, e então, desce até encontrar a opção Brilho automático. Há também a possibilidade de ajustar o brilho do ecrã de forma manual, para isso, vai a Definições > Ecrã e brilho.

Ativa os Tons escuros

O iOS 13 trouxe um recurso há muito esperado por donos de iPhone: os Tons escuros. Eles são capazes, não só de reduzir a fadiga visual, como também o consumo de carga (apenas no iPhone X, XS, XS Max, 11 Pro e 11 Pro Max, que possuem ecrã OLED).

Em telemóveis OLED os pixels escuros são apagados, colaborando positivamente na autonomia, doravante, convém ativar o modo especial indo a Definições > Ecrã e Brilho> Tons escuros.

Também é possível habilitar o recurso através da Central de Controlo, deslizando do canto superior direito do ecrã para baixo e pressionando o ícone do recurso.

Desativa os Serviços de localização

Se não és um utilizador frequente de aplicações como o Google Maps, Glovo ou Uber, convém também desativar os serviços de localização, pois o GPS acaba por consumir bastante energia quando em funcionamento.

Para isto, basta abrir as Definições e navegar até Privacidade. Lá será possível tocar no menu Serviços de localização e desativá-los.

Caso necessites manter os serviços ativos para aplicações específicas, é possível também selecionar manualmente cada uma das opções listadas para as apps.

Desliga a Atualização em segundo plano

Multi-tarefas pode ser algo essencial no quotidiano, mas alguns acabam por esquecer que todas as aplicações que usamos continuam a correr em segundo plano, ainda que num estado latente.

Algumas delas necessitam de verificar constantemente informações ou procurar novo conteúdo, por isso, colaboram para uma descarga acelerada da bateria.

Nesse caso, aconselhamos desativar a opção Atualizar em segundo plano, que pode ser encontrada em Definições > Geral. Nesse espaço, inclusive, é possível configurar também cada uma das apps, caso não seja conveniente desativar o recurso em questão para todas.

Personaliza a obtenção de e-mails

Ter os nossos e-mails sempre à mão e atualizados é muito conveniente, porém, o iPhone pode, dependendo da frequência com que verifica novas mensagens eletrónicas, acabar por comprometer a autonomia de bateria.

Por isso, é interessante verificar nas Definições > Palavras-passe e contas > Obter dados a configuração que está ativa. Nesse espaço podes desligar a opção Push e configurar cada conta de e-mail listada com uma frequência diferente.

Caso não seja necessário procurar sempre por novas mensagens naquela conta que geralmente utilizas para registrar-te em sites de saldos ou passatempos, eis uma ótima forma de economizar um pouco da carga.

Controla as notificações

Sempre que recebemos notificações, o ecrã do iPhone é ligado por alguns segundos exibindo um alerta. Apesar de ocorrer por pouco tempo, quando acumulado acabamos a ter um aumento indesejado no consumo da bateria.

Se a ti não convém receber um alerta de toda as vezes que o teu amigo publica algo no Twitter, Facebook ou Instagram, podes tanto silenciar as notificações das apps por completo, quanto personalizar o tipo de alerta que gostarias de receber.

Para tal, vai até Definições > Notificações. Lá é possível ativar ou desativar as pré-visualizações no ecrã bloqueado bem como manualmente personalizar o comportamento de cada notificação para as aplicações na lista.

Desliga o Wi-Fi, Bluetooth e AirDrop

Estás num sítio sem redes Wi-Fi? Uma óptima forma de economizar bateria é desligar a conexão sem fios em Definições > Wi-Fi. O iPhone procura constantemente por novas redes e isto resulta em mais carga a ser consumida. Então, se não precisas de redes sem fios e queres navegar apenas com teus dados móveis, desliga-as.

O mesmo vale para o Bluetooth, que pode ser desligado em Definições > Bluetooth. Para um acesso mais rápido a ambas as opções, basta aceder à Central de controlo e tocar nos ícones correspondentes.

Falando do AirDrop, podemos desativar o recurso em Definições > Geral > AirDrop > Receção desativada. Assim não ficarás a receber arquivos de pessoas desconhecidas (já me aconteceu). Também há a opção para receberes só dos teus contactos.

Ativa o Modo de voo

Habilitar o Modo de voo vai acabar a desligar todas as conexões sem fios e impedir o recebimento de chamadas e SMS, mas ainda será possível utilizar o Wi-Fi (caso o atives manualmente logo após).

A forma mais rápida de aceder ao recurso é abrindo a Central de controlo e tocar no ícone com a figura de um avião. É uma ótima maneira de economizar bateria quando realmente precisamos de aproveitar cada segundo de carga disponível. No entanto, vais acabar por ter alguns serviços desativados.

Desativa alguns recursos da Siri

Possivelmente és alguém que não utiliza ativamente a Siri, se este for o teu caso, convém desativar as sugestões da assistente virtual no iOS – esse recurso sugere sítios como cafés, restaurantes e pontos turísticos próximos ao sítio em que estás.

Para estes dias em que muitos de nós estamos apenas em casa ou no trabalho, talvez não seja muito conveniente ter as sugestões ativas, sendo que elas utilizam o GPS que, por ventura, consome mais bateria. Para isso, vai a Definições > Siri e Pesquisa e desative todas as opções listadas abaixo de Sugestões de Siri

Da mesma forma, podes desativar também a opção Ativar ao ouvir "Hey Siri", assim também escapas daqueles momentos vergonhosos quando a assistente insiste em ter contigo mesmo sem ter sido chamada.

Gerencia atualizações automáticas

Aplicações estão constantemente a ser atualizadas em plano de fundo, o que acaba a ter impacto negativo no consumo de energia. Uma forma fácil de resolver esse problema é desativar as atualizações automáticas. Para isso, vai a Definições > iTunes e App Store e desativa a opção Atualizações automáticas.

O recurso é oferecido desde o iOS 7 e, apesar de ser conveniente, em muitos cenários de uso ele acaba por prejudicar a experiência daqueles que precisam de mais autonomia de bateria.

Papel de parede estático e efeitos de movimento

Por mais belas que sejam as animações disponíveis como papel de parede no iOS, o seu constante movimento drena a bateria mais rápido.

Uma forma de escapar disto é optar por uma imagem estática indo a Definições > Papel de parede > Estático.

No mesmo âmbito, podes aceder a Definições > Acessibilidade > Movimento e ativar a opção Reduzir movimento. Isto permite reduzir os efeitos das transições de ecrã e o Parallax, que é aplicado ao Papel de parede e o faz mover de acordo com o ângulo que olhas para a imagem.

Desliga a vibração

O mecanismo de vibração do iPhone é responsável por entregar feedback quando temos o telemóvel em silêncio, mas se não costumas configurá-lo dessa forma, convém desativar as vibrações em Definições > Sons e háptica, desmarcando Vibrar com toque e Vibrar sem som.

Fotos no iCloud

Ter as tuas fotos na nuvem e sincronizadas entre todos os teus equipamentos Apple pode ser uma ótima ideia para aqueles que necessitam do serviço, porém, se não utilizas o iCloud e preferes um serviço gratuito como, por exemplo, o Google Fotos, podes desativar a sincronização de imagens com a plataforma da Apple.

Podes fazê-lo indo a Definições > Fotografias > Fotografias em iCloud.

Conheces mais alguma dica para poupar bateria no iPhone? Partilha connosco no espaço em baixo para comentários!