O verão traz-nos geralmente bom tempo, o que convida a ir para o exterior. No entanto, as temperaturas quentes não ajudam em nada à vida do teu smartphone, e os iPhones não são exceção.

Apesar dos iPhones se desligarem quando expostos muito tempo a altas temperaturas, como medida de proteção, tal não impede os danos a médio/longo prazo nas componentes internas, tais como a bateria ou o ecrã. Por isso, deixamos-te 7 formas ou ações que podes adotar para extender a vida útil do teu iPhone.

Não deixar o iPhone em lugares quentes

Hoje em dia é mais usual levarmos os dispositivos connosco para qualquer lado, pelo que não é muito usual os deixarmos em lugares quentes. Ainda assim, evita deixar o iPhone no carro, numa mochila ou saco ao sol, ou dormir com o mesmo debaixo da almofada.

Capa de ventilação ou usar o iPhone sem capa

As capas para smartphones ajudam a dar uma estética e cunho pessoal diferente a cada telemóvel. Por outro lado, acabam por inibir a dissipação de calor do equipamento, o que torna mais difícil para o smartphone arrefecer quando a temperatura do mesmo está a aumentar.

Portanto, em dias quentes e que puxes por um maior desempenho do teu smartphone, deves adotar uma politica de não usar capa. Se por outro lado não consegues viver com a consciência de teres o iPhone desprotegido, considera o uso de uma capa que te permita a dissipação de calor, como por exemplo capas com ventilação.

Usar o Modo Avião

As ligações de rede móvel, Bluetooth, GPS e Wi-Fi são necessárias, porém também são fontes de sucção da tua bateria e de geração de calor para o iPhone. Quando não tens a necessidade de estar online, ativa o modo avião para desligares todas estas ligações de uma vez através da Central de Controlo.

Não colocar equipamentos em cima uns dos outros

Houve tempos em que viajava frequentemente de comboio e sentia a necessidade de levar o meu MacBook Pro, iPad e iPhone comigo, para poder trabalhar e comunicar livremente. Acabava por os colocar sempre na mesma mochila juntos. Ao usar um ou outro equipamento, estes acabavam por aquecer e ao colocá-lo novamente na mochila, não só estava a impedir que o mesmo arrefecesse, como também estava a partilhar o calor de um dispositivo para o seguinte.

Tal não é benéfico para as baterias e vim a perceber que este hábito ajudou a degradar a bateria do meu computador. Assim, o ideal é deixares os equipamentos separados, mesmo quando pousados em cima de uma secretária.

Não jogar no exterior

Hoje em dia, temos cada vez mais capacidade computacional nos iPhones. Como consequência, aparecem mais jogos e aplicações carregados de funcionalidades, que acabam por exigir mais performance por parte dos nossos smartphones. Ora, se puxamos mais pelos equipamentos, os mesmos acabam por gerar mais calor, o que combinado com exposição às altas temperaturas exteriores no verão acabam por ser "a receita para o desastre".

Considera cortar nos jogos e aplicações mais exigentes quando estás no exterior. A longo prazo, o teu iPhone agradece!

Fechar as aplicações

No seguimento do ponto anterior, quando tens muitas aplicações abertas, algumas podem recolher dados em background, o que acaba por gerar processamento desnecessário. Quando terminares de usar as aplicações e jogos, certifica-te que fechas as janelas das mesmas.

Não expor o iPhone ao sol

Por último, mas não menos importante: mantém o teu iPhone à sombra e minimiza o uso do mesmo ao sol. Se fores à praia ou à piscina e carregares o telemóvel contigo, tenta deixá-lo à sombra o maior tempo possível. Caso o teu iPhone te mostre uma janela indicando que necessita de arrefecer para que o possas usar, desliga-o tão rapidamente quanto possível, para que o equipamento possa arrefecer.

Assim como deves ter atenção às temperaturas altas, também deves ter em mente as variações de temperatura drásticas. Não coloques o telemóvel no frigorífico ou congelador para que o mesmo arrefeça mais depressa. As variações de temperatura irão ajudar a danificar a bateria.

Já tiveste problemas de temperatura com o iPhone? Conta-nos a tua experiência.