Com o aproximar do outono, começamos a obter informações mais precisas sobre o lançamento da próxima geração de iPhones. Na semana passada, a Apple confirmou que irá adiar o lançamento do iPhone 12, justificado pelo contexto de pandemia global que se vive e as restrições que tal coloca em produção e envio aos consumidores.

Se olharmos para os anos prévios, tipicamente a Apple anuncia a gama de iPhones no início de setembro, comercializando ao público os dispositivos no final do mesmo mês. Este ano, porém, as projeções da Apple divulgadas são vagas, indicando que os iPhones deverão estar disponíveis algumas semanas mais tarde.

Um novo relatório partilhado pela DigiTimes sugere que a Apple poderá adotar uma estratégia de lançamento de venda ao público faseado. Esperamos um total de 4 iPhones para este ano, com tamanhos de ecrã de 5.4'', 6.1'' e 6.7''. De acordo com o relatório, devemos esperar que os 2 modelos de iPhone de 6.1'' nos cheguem numa primeira fase, enquanto que os modelos de 5.4'' e 6.7'' sejam os últimos a chegar.

Na origem do atraso, estarão os adiamentos em desenvolvimento e produção dos dispositivos que são sustentados por relatórios dos fornecedores da Apple, Qualcomm e Broadcom.

Apesar do atraso gerado, certamente que a Apple estará no controlo da situação, garantindo que apesar de mais tarde, a nova geração de iPhones chegue com o habitual selo de qualidade, independentemente da fase em que nos chegue às mãos.

Ansioso pelo iPhone 12? Irás comprar ou atualizar para esta geração? Partilha connosco na secção de comentários.