Provavelmente o nome Susan Bennett não te diz nada... Se eu te disser que é americana e que trabalha na área das dobragens há mais de 40 anos, também não a deverás reconhecer...

Mas se te disser que o seu maior  trabalho foi ser a voz feminina americana da assistente virtual "Siri" da Apple até ao iOS 11, vais ficar surpreendido e aí sim vais reconhecer quanto mais não seja a sua voz!

Bennett foi a voz da Siri da Apple até à atualização do iOS 11, que veio tornar a voz da assistente mais natural, que a levou para uma distorção da voz original. Enfim resultado de anos de trabalho da Maçã a tentar melhorar a sua assistente. Se deu ou não resultado isso é outra conversa...

Voltando à interprete da Siri, Susan Bennett, sabiam que ela fez este trabalho da assistente da Apple sem nunca saber para o quê?

Ela começou a trabalhar num projeto novo em 2005, para a empresa de software ScanSoft que precisava de alguém para ser a voz num projeto de banco de dados.

Esta história foi contada por ela própria há uns anos atrás, aliás foi amplamente divulgada pelos media.

E ela só veio a descobrir vários anos mais tarde que deu voz à Siri quando um amigo lhe enviou um e-mail em outubro de 2011, após ouvir a sua voz no iPhone 4S, que tinha sido lançado recentemente.

A Apple nunca confirmou que foi Susan a dar voz à sua assistente, porém contra factos não há argumentos e a voz de Susan é inconfundível.