O mercado dos headphones cresceu imenso nos últimos anos, sobretudo dos headphones wireless. Este crescimento teve por base muitas das empresas tecnológicas terem descartado o headphone jack dos seus smartphones (a Apple inclusive). Com tanta opção no mercado, não é fácil encontrar uma solução perfeita mas os Beats Flex vêm introduzir uma opção a um preço apetecível.

Design dos Beats Flex. Fonte: Beats By Dre.
Design dos Beats Flex. Fonte: Beats By Dre.

Os Beats Flex vêm responder à necessidade de auriculares premium a um preço razoável, principalmente nesta altura em que os novos iPhone 12 foram anunciados e virão sem os EarPods na caixa. O seu design é simplista e inspirado nos Beats X de 2017. O logotipo da marca está presente em ambos os auriculares com uma faixa de repouso ao pescoço quando não necessitas de os ter colocados. Para além disso, são completamente wireless e os auriculares ligam-se magneticamente um ao outro.

A Apple e a Beats trabalharam no sentido de nos trazer uma experiência completa e versátil para o quotidiano com estes auriculares. Percorramos então as características dos Beats Flex.

Autonomia

Este é um dos pontos que, a meu ver, brilham nestes auscultadores. Sendo uma experiência wireless, espera-se que tenham uma autonomia que dure pelo menos um dia de trabalho ou que, pelo menos, carreguem rápido. Pois bem: tem ambos! Não só tem uma autonomia de até 12h num único carregamento como também conseguem carregar até 1,5h de bateria em apenas 10 minutos, no que chamam de Fast Fuel Charging.

Qualidade de Som

Começando pelo que chega a quem nos ouve: o microfone. A Apple afirma que trabalharam no microfone embutido de forma a que o mesmo reduza o som dos meios externos, como o barulho do vento, oferencendo assim maior qualidade nas chamadas.

Para o controlo de áudio, existem botões dedicados nos auriculares. Quanto ao som que os Beats Flex transmitem, estes têm um design acústico de câmara dupla e um driver em camadas patenteado que permite a separação do som stereo. O resultado: sons graves mais ricos e precisos. Ainda se fazem acompanhar de um processador digital que ajusta o áudio para uma experiência auditiva mais rica. Quanto ao ajuste na orelha, a Beats afirma que a micro-ventilação cortada a lazer permite o alívio da pressão no ouvido para um som mais nítido. Claro que cada pessoa obtém uma experiência diferente com cada auscultador, pelo que, após experimentar será possível inferir com maior precisão uma opinião.

Conectividade

Os Beats Flex vêm com o processador W1, permitindo uma conexão mais fácil aos dispositivos Apple, à semelhança dos AirPods. Com a funcionalidade de partilha de áudio, é possível partilhar o que estás a ouvir com outros headphones Beats com o mesmo chip ou com os AirPods.

No que respeita à conectividade Bluetooth, vêm equipados com a tecnologia de classe 1 Bluetooth, implicando menos desconexão dos dispositivos quando estás com um alcance maior dos mesmos.

Beats Flex, com cabo de carregamento USB-C e adaptadores de auricular.

Sabe-se que o preço dos headphones Beats Flex será de $49.99 (ou €49.95) e irão chegar em 4 cores: Beats Black (preto), Yuzu Yellow (amarelo), Flame Blue (azul) e Smoke Grey (cinza). Para já, é possível comprar através da Apple Store os Beats Flex em preto ou amarelo, estando o azul e o cinza com data a determinar para chegada neste inverno.