"Cha Cha Real Smooth": uma comédia leve e aconchegante, que nos chega pelas mãos de Cooper Raiff (Crítica)

Um filme com rostos conhecidos de Hollywood, como Dakota Johnson e Leslie Mann.

Cha Cha Real Smooth é a nova comédia dramática do jovem realizador texano, Cooper Raiff, que se estreia no catálogo do serviço de streaming Apple TV+. Depois de se ter destacado com a primeira longa-metragem Shithouse, de 2020, Raiff continua a consolidar a sua carreira como cineasta, apresentando-nos agora um genuíno feel good movie, que parece feito para aquecer o coração. Cunhado com um título inusitado – familiar apenas para quem conhece a letra da canção Cha Cha Slide, lançada no ano 2000 por DJ Casper –, Cha Cha Real Smooth possui uma narrativa sincera e convincente, capaz de prender o espectador do início ao fim.

O produção acompanha Andrew (Cooper Raiff), um jovem charmoso e recém-formado, que regressa a casa dos pais e começa a trabalhar como funcionário num estabelecimento de fast food. Embora não tenha as suas prioridades bem definidas, Andrew ambiciona ganhar algum dinheiro para se juntar à sua namorada em Barcelona, onde se encontra a estudar. Durante o processo, ele é convidado pela mãe (Leslie Mann) a acompanhar o seu irmão de treze anos, David (Evan Assante), a uma festa de Bar Mitzvah de um dos seus colegas de turma. Ao deparar-se com o ambiente enfadonho da festa, o enérgico e entusiasmado Andrew decide agitar a pista de dança e procurar que os convidados se divirtam, especialmente as duas pessoas no canto da sala, Domino (Dakota Johnson) e a filha Lola (Vanessa Burghardt). Tendo sido diagnosticada com autismo, Lola é frequentemente excluída dos círculos de amizade, o que leva Andrew a aproximar-se dela e a conquistar a sua confiança. O jovem acaba por ser bem-sucedido na festa e é contratado pelas mães judias para animar futuros eventos.

Cooper Raiff em “Cha Cha Real Smooth” (Apple TV+)

À medida que os laços entre Domino e Andrew se estabelecem e este demonstra os sentimentos que nutre por ela, o relacionamento torna-se mais complexo e complicado. Embora Domino seja uma mãe dedicada a Lola e privilegie a estabilidade que tem junto do seu noivo Joseph (Raúl Castillo), ela sente-se atraída pela jovialidade e impulsividade de Andrew e demonstra interesse em experienciar as situações de flirt que se proporcionam entre ambos. São, sobretudo, as características dos dois personagens que viabilizam esta química: Andrew com o seu carisma, empatia e proatividade, e Domino com o seu lado misterioso e indecifrável.

Ao explorar a relação dúbia entre Domino e Andrew e fazer um contraste de gerações entre todos os personagens, Raiff incita-nos a refletir sobre a responsabilidade que acompanha o amadurecimento e a necessidade de aceitarmos que nem sempre podemos controlar cada detalhe das nossas vidas. Ainda que a longa-metragem apresente uma atmosfera leve e descomplexada, ela é suficientemente séria para abordar assuntos como a bipolaridade e o autismo, sem tentar instituir poderosas lições de moral ou ensinamentos de vida. Esta é, talvez, a parte mais impressionante do trabalho de Raiff.

Cooper Raiff e Dakota Johnson em “Cha Cha Real Smooth” (Apple TV+)

Cha Cha Real Smooth é uma agradável surpresa e uma interessante adição à Apple TV+. A sua narrativa leve e atraente promete captar a atenção do espetador, mas sem nunca parecer genérica ou vazia. Este é o filme ideal para quem vê o amadurecimento como uma experiência triste e assustadora e leva-nos a acreditar que, neste processo de autodescoberta, somos livres de falhar quantas vezes forem necessárias.

Nota: 8/10
Cha Cha Real Smooth (Cha Cha Real Smooth – EUA, 17 de junho de 2022)
Duração: 1h 47min
Realização: Cooper Raiff
Argumento: Cooper Raiff
Elenco: Cooper Raiff, Dakota Johnson, Evan Assante, Vanessa Burghardt, Leslie Mann, Brad Garrett, Raúl Castillo, Colton Osorio, Amara Pedroso, Odeya Rush, Brooklyn Ramirez, Kelly O’Sullivan, Jaien Mercado, Chris Newman