A chegada do iOS e iPadOS 14 trouxeram o que muitos fãs da Apple já vinham a pedir há algum tempo: widgets! No entanto, também vieram algumas surpresas menos agradáveis, em particular a maior limitação de customização de widgets no iPadOS quando comparamos com o iOS. Atualmente, apenas é possível colocar widgets na página inicial do iPad, na barra lateral de visualização.

Esta menor flexibilidade torna-se desapontante para quem esperava que o comportamento dos widgets se mantivesse entre iPadOS e iOS. Um inquérito feito pelo website 9to5Mac obteve 95% de respostas a concordar com a uniformização de widgets entre os dois sistemas operativos da Apple.

Para tornar explicável o porquê da Apple não ter adicionado suporte para widgets no iPad nas páginas subsequentes ao ecrã inicial, o designer de UI Matt Birchler fez um conceito de como seriam os widgets para iPad se estes tivessem o espaçamento adequado. Matt explorou não só o tamanho da grelha de ícones das aplicações como também dos próprios widgets. Atualmente com diferentes tamanhos de ecrãs dos iPads, o Home Screen torna-se diferente para cada um deles em termos de espaçamento, o que limita o uso de widgets da mesma forma que os iPhones. Vê o vídeo abaixo para ficares a conhecer em detalhe este conceito de widgets para o iPadOS.

Conforme podes ver no vídeo, a distância entre ícones varia caso o iPad esteja no modo landscape ou portrait. Como tal, o designer de UI sugere que a distância entre ícones permita que cada conjunto de 4 ícones de aplicações formem um quadrado. Posteriormente, os widgets ocupariam o mesmo espaço desse quadrado e seríam escaláveis de acordo com a orientação do iPad.

Sem dúvida que este conceito traz mais valias ao que poderá ser o futuro dos widgets no iPadOS. O que achaste deste conceito? Partilha connosco na secção de comentários.