Surfshark VPN anuncia fim do suporte a sistemas antigos da Apple

Num mundo em que as inovações surgem à velocidade da luz, os riscos de segurança obedecem ao mesmo critério. Mas, e para quem não possa estar constantemente atualizado?
3 mins de leitura
Surfshark VPN anuncia fim do suporte a sistemas antigos da Apple
Publicidade
Publicidade

A Surfshark VPN anunciou o encerramento do suporte a extensões de sistemas antigos do iOS e macOS. Antes de desenvolver esta notícia, permite-me contextualizar-te com as palavras da própria Apple:

As extensões de sistema funcionam em segundo plano para ampliar a funcionalidade do Mac. Algumas apps instalam extensões do kernel ou kexts, um tipo de extensão de sistema que funciona com métodos mais antigos que não são tão seguros nem fiáveis como as alternativas modernas. O teu dispositivo Apple identifica estas extensões como extensões de sistema antigas.”

Lê mais sobre este assunto aqui.

E é precisamente isto que a Surfshark quer assegurar: garantir a máxima segurança para os seus utilizadores, o que se traduz na criação de condições para travar as vulnerabilidades e respetivos riscos que sistemas operativos mais antigos acarretam hoje em dia.

Fonte: Surfshark
Fonte: Surfshark

Como os sistemas mais recentes da Apple estão apetrechados com inúmeras atualizações de segurança, a Surfshark decidiu concentrar-se na aplicação de tecnologia mais atual, aliada a um melhor interface, desempenho da app, bem como a processos de atualização mais rápidos.

Deste modo, o suporte oficial coberto pela Surfshark passará a retroceder até ao iOS 13 e até ao macOS 10.15 (Catalina). Todas versões anteriores deixarão de estar abrangidas.

Este procedimento é mais que compreensível. Se a própria Apple classifica os seus sistemas mais antigos como Legacy, ou seja, antiquados e, portanto, impreparados para enfrentar as novas ameaças, as restantes empresas acompanham esta necessidade imperiosa.

Neste sentido, quer a Apple, quer a Surfshark, recomendam-te que mantenhas os teus iOS e macOS constantemente atualizados.

Fonte: Surfshark
Fonte: Surfshark

Mas ainda assim, esta empresa entende que os utilizadores da sua app são diversos. Casos existem em que certos softwares só funcionam em sistemas operativos mais antigos, e por isso atualizar não é uma opção. Ou, por exemplo, utilizadores cujos dispositivos já nem sequer são compatíveis com as versões mais recentes do iOS e/ou macOS.

Seria ouro sobre azul teres o que de mais inovador e seguro o mercado tem para te dar, mas, por vezes, tal não é possível. Deste modo, a Surfshark apresenta-te algumas possibilidades no sentido de te ajudar a continuar a utilizar a app. Poderás então:

  • Instalar versões mais antigas da app. Assim que o suporte aos sistemas antigos for cancelado, a Surfshark permitir-te-á fazer download das versões mais antigas diretamente a partir do website da empresa;
  • Ligar-te através de configuração manual do WireGuard, utilizando uma aplicação de terceiros;
  • Ligar-te através de configurações OpenVPN;
  • Ligar-te através de uma ligação manual IKEv2.

Para simplificar, podes clicar nos links que te incluo no quadro abaixo. Tratam-se de tutoriais criados pela Surfshark na sua área de suporte. Sendo bastante claros, em cada um, irás aprender, passo a passo, sobre os procedimentos a tomar para todas as possibilidades acima apresentadas em ambos os sistemas operativos Apple.

macOS iOS
WireGuard 🔗 🔗
OpenVPN 🔗 🔗
IKEv2 🔗 🔗

E se ainda assim necessitares de esclarecimentos adicionais, poderás recorrer ao apoio 24 horas, 7 dias por semana da Surfshark, através de e-mail ou do Live Chat.

Num contexto em que a tendência crescente é deixar-te de fora se não tiveres o que de mais recente existe no mercado, é bom ver que certas empresas continuam a preocupar-se em acompanhar os seus clientes.

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo