VPN grátis vs. VPN paga — qual é mais adequada para ti?

Artigo redigido pela NordVPN.
Escrito por Redação iFeed e
6 mins de leitura
VPN grátis vs. VPN paga — qual é mais adequada para ti?
Publicidade
Publicidade

Utilizar uma VPN grátis e não pagar uma subscrição pode ser tentador, mas tal pode condicionar a tua segurança e privacidade. Existe alguma circunstância em que seja adequado utilizar uma VPN grátis? É uma VPN paga sempre superior? Vamos mergulhar nesta questão e explorar o debate das VPNs grátis vs. VPNs pagas.

O que é uma VPN grátis?

Primeiro, vamos definir o que é uma VPN grátis. Como o nome sugere, é um serviço de VPN que não requer o pagamento de uma subscrição anual ou mensal. Mas como é tal possível?

Um serviço de VPN recorre a uma enorme rede com milhares de servidores que devem ser continuamente mantidos. Operar este género de infraestrutura requer o apoio de centenas ou mesmo milhares de funcionários e uma quantia significativa de dinheiro.

Ainda que os serviços de VPN grátis não cobrem por subscrições, estes continuam a ter que fazer dinheiro de alguma maneira. É aqui que os problemas começam.

De que modo as VPNs grátis fazem dinheiro?

Rastreando e vendendo os teus dados de navegação

Embora possas pensar que ninguém quer saber o que fazes online, a verdade é que os teus dados são muito desejáveis para certos clientes. Empresas de corretagem de dados compram dados de utilizadores para vender a terceiros (geralmente anunciantes). Uma base de dados com informações relativas à tua atividade online é uma mercadoria com alta procura.

As empresas por trás das VPNs grátis podem rastrear os sites que visitas, aquilo que compras, quanto tempo passas online, e até que género de dispositivo mais usas. Estas também podem vender os teus dados sem o teu consentimento para fazer dinheiro.

Bombardeando-te com anúncios

Uma estratégia popular para monetizar serviços gratuitos (incluindo VPNs) passa pelo recurso a anúncios. Sempre que um utilizador clica num anúncio, o serviço recebe um certo montante. Com milhões de utilizadores, isto pode ser suficiente para sustentar um negócio.

Contudo, ser constantemente bombardeado com anúncios pode ser irritante, e alguns são difíceis de evitar. Pior ainda, alguns anúncios podem mesmo ser maliciosos e conter malware que pode infetar os teus dispositivos.

Forçando-te a comprar uma versão premium

Algumas VPNs grátis oferecem funcionalidades reduzidas e definem limites de dados de modo a pressionar os seus utilizadores a comprarem uma versão premium. Muitas aplicações gratuitas recorrem a esta estratégia para fazer dinheiro, e as VPNs grátis não são uma exceção.

Tendo em conta ser recomendável que tenhas uma VPN ligada no teu dispositivo a todos os instantes, é provável que esgotes os teus dados “gratuitos” em apenas um par de dias. Ou seja: só podes escolher entre comprar uma versão premium da VPN ou utilizar a VPN ocasionalmente.

Quais são as desvantagens de uma VPN grátis?

  • Fraca segurança. Uma VPN é uma ferramenta desenhada para aumentar a tua segurança digital, mas uma VPN grátis pode fazer o oposto. Como serviços de VPN gratuitos tendem a não contar com uma boa infraestrutura de servidores, o seu nível de encriptação e segurança pode ser fraco. Ao procurar uma VPN, deves optar por encriptação de alto nível; caso contrário, podes ser vítima de ataques cibernéticos.
  • Desempenho limitado. Uma VPN grátis nunca vai contar com as mais recentes funcionalidades de cibersegurança que se podem encontrar em VPNs pagas. A sua velocidade de conexão será lenta, o que afeta atividades como jogar online ou fazer streaming. É como conduzir um carro com 20 anos com um leitor de CDs, janelas manuais, e uma emissão de gases ridícula — tem que existir algo melhor.
  • Falta de privacidade. Uma VPN esconde o teu endereço de IP para que ninguém conheça a tua identificação e associe a tua atividade online à tua identidade real. VPNs grátis vendem os teus dados a terceiros, pelo que não protegem a tua privacidade de forma eficaz.

A NordVPN é grátis?

Não, mas podes ter acesso a um teste grátis NordVPN que pode ser cancelado em 30 dias. A NordVPN conta com planos de subscrição bianuais, anuais, e mensais. Como é uma VPN de referência mundial, emprega milhares de funcionários que trabalham para proteger a tua segurança. É por isso que podemos cobrar menos do que o custo de uma chávena de café por um plano mensal.

Porque é que VPNs pagas são melhores do VPNs grátis?

Serviços de VPN pagos fazem dinheiro ao cobrar uma subscrição aos seus utilizadores. Posteriormente, estas investem esse dinheiro em infraestruturas e novas funcionalidades, e trabalham no sentido de prestar o melhor serviço possível ao cliente. Estas dependem de utilizadores a longo prazo, pelo que fazem tudo para os manter satisfeitos e preservar a sua reputação.

A maior vantagem de uma VPN grátis é o seu custo nulo. Quando as pessoas obtêm algo de graça, não esperam um serviço de alto nível, nem têm grandes expetativas. Mas se pagares por uma subscrição, podes contar com melhores conexões, funcionalidades alargadas, e encriptação sólida.

Quando se gere uma VPN paga, não existe espaço para falhar. É-se obrigado a desempenhar o melhor serviço possível. Com VPNs grátis, o caso é completamente diferente.

Quais são os benefícios de uma VPN paga?

Uma rede alargada de servidores

A NordVPN opera mais de 5.200 servidores em 60 países, pelo que podes sempre ligar-te ao servidor mais próximo para obter a melhor velocidade possível. Também tem servidores adaptados a propósitos específicos:

  • Servidores P2P – para partilhar ficheiros rapidamente e em segurança.
  • Servidores secretos – para contornar restrições de acesso à Internet em países com regimes autoritários.
  • Onion Over VPN – para aceder a sites .onion de modo seguro.
  • Double VPN – para segurança extra, o teu tráfico é redirecionado através de dois servidores em vez de apenas um.
  • Dedicated IP – servidores exclusivos para utilizadores que compraram um IP dedicado.

Privacidade forte

Ao contrário de VPNs grátis, a NordVPN não quer saber o que fazes online. Não vende os teus dados de navegação a terceiros nem os compila para diferentes propósitos, porque as subscrições estão na base do seu modelo de negócios.

Se alguma vez te perguntaste, “Devo deixar a minha VPN ligada constantemente?,” a resposta será “Sim!” caso estejas a utilizar um serviço pago. Se queres proteger a tua identidade em qualquer sítio, ter uma VPN sempre ligada é uma ótima ideia. A NordVPN não limita o número de dados utilizados.

Encriptação de primeira linha

Sem encriptação, terceiros podem aceder ao teu tráfego de Internet, monitorizar a tua atividade, e roubar informações sensíveis. Se ligas os teus dispositivos a redes de Wi-Fi públicas com frequência, ter uma VPN ligada é extremamente importante. Redes de Wi-Fi públicas são constantemente visadas por hackers.

A NordVPN utiliza encriptação AES 256-bit, que basicamente transforma os teus dados em rabiscos incompreensíveis em tempo real, para que ninguém os possa roubar ou monitorizar.

Funcionalidades adicionais

Uma funcionalidade Kill Switch que garante que os teus dados nunca serão expostos. Proteção contra leaks de DNS e IP que oferece segurança do mais alto nível. Estas são apenas algumas das funcionalidades adicionais que se podem encontrar em VPNs pagas. Estes extras servem para melhorar a tua segurança e experiência enquanto cliente.

A Dark Web Monitor da NordVPN, por exemplo, notifica-te sempre que alguém vazar as tuas credenciais na dark web. Proteção contra ameaças é outra funcionalidade especial que bloqueia trackers de terceiros e anúncios maliciosos para aumentar a tua privacidade e segurança. Também ajuda a prevenir o acesso a sites com malware e analisa downloads de ficheiros que possam conter software malicioso.

Acesso a serviços

Em certos casos, é-te negado o acesso a certos sites e canais de comunicação. Uma mão-cheia de países, incluindo a China, o Irão, ou a Rússia, bloqueiam redes sociais, sites de notícias estrangeiros, e várias outras páginas e aplicações. Com uma VPN premium, podes mudar o teu endereço de IP e aceder a quaisquer serviços sem nenhuma restrição.

VPNs grátis nem sempre te ajudam a ultrapassar restrições rígidas, e podem não te oferecer garantias de privacidade caso o consigam fazer. VPNs pagas como a NordVPN podem contornar bloqueios e ajudar-te a fazer da Internet um lugar mais livre. Uma VPN vale a pena? Seja pela privacidade em casa, segurança no trabalho, ou vantagens quando viajas, a resposta é sim.

Com uma conta NordVPN, podes usar uma VPN em seis dispositivos em simultâneo: smartphones, tablets, portáteis, e mais.

VPN grátis vs. VPN paga: privacidade & segurança

Considerações finais

Assim, que VPN é melhor para ti? Enquanto a hipótese de ter uma VPN grátis pode soar apetecível, esta põe em risco a tua segurança e privacidade. Ao contrário de serviços de VPN pagos, empresas de VPNs grátis têm que gerar rendimentos de maneiras “criativas.” Algumas VPNs grátis podem ainda oferecer uma versão limitada dos seus serviços, constituindo outro fator de risco. Noutros casos, algumas VPNs grátis podem mesmo vender os teus dados para fazer dinheiro.

VPNs pagas cobram dinheiro por um motivo, e desejam investir na sua infraestrutura para oferecer o melhor serviço possível. No fim, vale a pena navegar pela Internet com paz de espírito.

No que toca à cibersegurança, deves tomar as medidas necessárias para te proteger. Caso contrário, podes pagar um preço mais caro a longo prazo.

Artigo redigido pela NordVPN

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo