A WWDC 2020 chega hoje ao fim, pela primeira vez foi 100% online, devido à situação atual da pandemia do Covid-19 que afeta todo o mundo. Mas isso não serviu de desculpa para uma conferência mais comedida, muito pelo contrário, esteve repleta de novidades, como sempre ao nível de software. Apesar de já termos feito um resumo bem completo de todos os acontecimentos da apresentação de abertura e de até já termos publicado algumas imagens dos novos sistemas operativos (iOS, iPadOS e macOS), ainda há muito por contar. Neste artigo, trazemos-te mais novidades dos novos softwares da Apple que vais querer saber.

YouTube com vídeos a 4K para iPhone, iPad e Apple TV

A visualização de vídeos do YouTube em 4K na Apple TV era algo muito aguardado e finalmente vai acontecer, mas as boas notícias não acabam aqui. O mesmo também será possível no iPhone e no iPad. Ou seja, a partir do iPhone ou iPad será possível ver um vídeo com 4K, se o mesmo possuir essa resolução.

Câmara

Neste campo, há muitas novidades nos novos softwares da Apple. Em primeiro lugar, a empresa promete fotografias 90% mais rápidas, até quatro frames por segundo e no modo retrato 15% mais rápidas.

Haverá uma nova opção nas Definições que permitirá tirar selfies espelhadas, refletindo o preview da câmara frontal, melhorias na leitura de QR Codes e será possível bloquear a exposição e o foco da câmara de forma separada.

No que toca ao vídeo, o QuickTake chega a mais modelos, passando a estar disponível no iPhone XR, XS e no iPhone XS Max. Além disso, existirão opções mais rápidas para alterar a resolução do vídeo, bem como o número de frames e será mais fácil tirar fotos em sequência e fazer vídeos QuickTake, utilizando apenas os botões do Volume.

E o modo noturno? Nos modelos de iPhone 11 e 11 Pro, a câmara utiliza o giroscópio para dar um indicador de orientação, ajudando-te a permanecer estável durante a captura, e será permitido cancelar a ação a qualquer momento.

FaceTime

Para além do Picture-in-Picture que permite que estejas numa chamada enquanto realizas outras atividades, o FaceTime vai reconhecer quando alguém estiver a conversar em língua gestual, numa chamada de grupo e vai dar "prioridade" a essa pessoa, para que a sua janela esteja sempre visível.

Em termos de qualidade de imagem, a Apple anunciou que esta seria até 1080p em todos os equipamentos que suportem essa resolução, obviamente. Por último, mas não menos importante (muito pelo contrário), o FaceTime vai tornar as chamadas de vídeo ainda mais naturais. Como? Ajudando-te a manter o contacto visual mesmo quando olhas para o ecrã, em vez da câmara.

Privacidade

A Apple continua a trabalhar ao nível da privacidade e neste campo há muitos dados interessantes. Comecemos com o acesso limitado à bibliotecas de fotos, através do qual, sempre que alguma app pedir o acesso às fotos, poderás optar por conceder total acesso ou apenas a determinados itens.

Algo que poderá surpreender muita gente: aparentemente algumas aplicações têm acesso à área de transferência, ou clipboard, ou seja, aquele "lugar" temporário onde ficam guardadas as informações que copiaste e colaste. Qual é o problema disso? Estas apps poderão ter acesso a senhas que tenhas copiado e, por isso, agora com o iOS 14 a Apple avisa-te sempre que uma aplicação tentar ver o que está no clipboard sem o teu consentimento. Um utilizador do Twitter alertou para esta nova feature e para o facto do TikTok estar a tentar aceder à informação copiada.

E que mais? Uma nova opção permite que em vez de partilhares a tua localização precisa, partilhes uma localização aproximada.

Reconhecimento de som no iPhone

Este novo iOS 14 está carregado de funções para nos facilitar a vida, como esta: reconhecimento de som dentro da Acessibilidade. Com isto o iPhone consegue ouvir determinados sons, como um alarme, água a cair da torneira, um bebé a chorar, etc., e emitir uma notificação de quando se ouvirem esses sons.

Safari

Duas notícias importantes sobre o Safari. A primeira tem a ver com a possibilidade de traduzir páginas inteiras, algo que já acontece há muito em outros browsers. Agora sempre que abrires uma página web compatível, o Safari mostra um ícone de tradução e ao clicares lá, a página é traduzida para inglês, espanhol, chinês, alemão, russo ou português do brasil.

A segunda novidade tem a ver com o suporte para WebP, um formato de imagem mais compacto desenvolvido pela Google e que agora será também compatível com o Safari.

App Ficheiros

Ao nível da aplicação Ficheiros, esta possui agora suporte a unidades externas que usem a criptografia APFS, sendo apenas necessário inserir a senha para aceder aos ficheiros.

watchOS 7 e o Force Touch

Ao que tudo indica, o Force Touch vai deixar de existir no Apple Watch, uma vez que na documentação do novo sistema não consta a recomendação para essa função.

Além disso, com o watchOS 7, o relógio vai avisar-te sempre que atingires o limite de decibéis numa determinada semana (a OMS recomenda que o máximo de tempo que uma pessoa se pode expor a 80 decibéis sem sofrer danos auditivos é de 40 horas semanais). Portanto, quando esse limite de segurança é atingido o Watch notifica o utilizador.

Mais informações podem ser encontradas na App Saúde do iPhone, como quanto tempo estiveram expostos a níveis muito altos de ruído em cada semana e, será ainda possível, definir um volume máximo para os fones.

Estas são algumas das novidades que estão para vir, aos poucos mais vão sendo descobertas e o iFeed está por cá para ficares a par de tudo!