Depois de muitos rumores sobre a sua possível chegada a par e passo com o renovado iPad Air, a Apple abriu o segmento dedicado aos iPads com a oitava geração do tablet de entrada da marca da maçã. Fica a conhecer aqui as novidades.

Se olharmos ao design do iPad, não houve mudanças da sétima geração para esta. Mantém-se o ecrã Retina de 10.2 polegadas, com autenticação por Touch ID. Para além disso, a Apple decidiu manter as mesmas cores, continuando a apostar no prateado, cinzento sideral e dourado.

É por dentro que este iPad irá destacar-se do anterior, já que virá com o processador A12 Bionic de 64 bits, com neural engine, capaz de executar 5 triliões de operações por segundo. Com este processador, o iPad irá ganhar desempenho, principalmente na utilização de múltiplas aplicações em simultâneo. Durante a keynote, a Apple destacou que com este processador, a oitava geração do iPad é até 6 vezes mais rápido que o Chromebook mais vendido, 2 vezes mais rápido que o portátil Windows mais vendido e até 3 vezes mais rápido que o tablet Android mais vendido atualmente.

No que toca a acessórios, a empresa de Cupertino fez referência ao suporte para Apple Pencil e ao Smart Keyboard, fazendo ainda referência também à compatibilidade dos teclados da Logitech. O iPad chega-nos com porta Lightning.

O novo iPad chegará com o novíssimo iPadOS 14, que estará disponível para atualização já amanhã (dia 16 de setembro) para os utilizadores de iPad.

O iPad 8 está disponível para reserva a partir de sexta-feira e chegará com um valor de 329$, ou 399€ no mercado português. Se estás à procura de um iPad mais em conta, esta é sem dúvida uma opção a considerar.