Sabe como podes poupar várias horas por semana a gerir o teu e-mail!

Precisas de conhecer a SaneBox.
4 mins de leitura
Sabe como podes poupar várias horas por semana a gerir o teu e-mail!
Publicidade
Publicidade

Falando de tempos remotos

Tenho a sorte de pertencer a uma geração que cresceu nos anos 1980. Ostento orgulhosamente a bandeira da Geração X por muitos motivos. Mas deixem-me já ressalvar que, por assumir esta posição, não me estou a antagonizar com os Millenials ou com os Gen-Z. Cada geração aprende com as anteriores e assim caminha a Humanidade.

Na prática, assisti à normalização da televisão a cores, ao surgimento das consolas, dos computadores pessoais, do CD-ROM, da Internet, da televisão por cabo, dos telemóveis, das pens, da nuvem, das redes sociais e dos serviços de streaming. Entre muitas outras coisas, claro.

Lembro-me de quando uma conta de e-mail custava dinheiro e de pouca gente ter um endereço pessoal. O papel era ainda dominante, mantendo os CTT na sua função principal, antes de os terem privatizado e hoje em dia serem um mini-mercado de livros e telefones com uma secção ao lado a que chamam de banco.

Mas o desenvolvimento exponencial, perdão, astronómico, dos vários modos através dos quais podemos comunicar por texto, leva-me quase à loucura quando penso na quantidade de lixo que me assola as cinco ou seis contas de e-mail, já para não falar das redes sociais e dos serviços de mensagens. Mas isso não é para aqui chamado...

A loucura de um agora efémero

O ritmo a que as mensagens de e-mail nos chega é humanamente impossível de acompanhar. Por muito que se apague o spam, os e-mails de desconhecidos, a (perdoem-me a expressão) porcaria toda que aparece por ler, não há simplesmente hipótese de lidar com tamanha enormidade.

Metaforicamente falando, é como se estivesse a tentar esvaziar uma piscina com uma colher de chá enquanto chove torrencialmente. Ademais, o tempo de hoje "corre mais depressa" do que nos anos 1980 e 1990, precisamente porque nessa altura não tínhamos uma porta para o universo cheia de janelas, com todos os nossos amigos, conhecidos, colegas (e mesmo desconhecidos) na palma da mão. Pior ainda, é que a efemeridade que caracteriza a sociedade de hoje em dia, torna completamente irrelevante o que lemos ou que vimos ontem, ou seja, para quê organizar as coisas hoje, se amanhã já não interessam nada?

SaneBox: um caminho para a sanidade

Sim, já tinha feito este trocadilho, mas torno a faze-lo justamente porque o nome desta app de que vos vou falar é muito bem conseguido, aplicando-se em absoluto à resolução do problema que te descrevi: a SaneBox.

É muito bom ter assistido ao surgimento de tudo o que referi acima. Da total obscuridade, fez-se uma luz tão brilhante que, subitamente, todas as novidades constituam um gigantesco e fascinante mundo que tornava realidade aquilo a que assistia nos filmes de ficção científica.

A SaneBox transmite algo semelhante. No seguimento de uma rápida configuração, contratamos uma espécie de entidade dotada de Inteligência Artificial em quem podemos confiar para esvaziar a tal piscina, mas desta feita, com uma poderosíssima bomba de água!

O seu uso não requer aprendizagem. Pelo contrário, somos nós a ensina-la a separar o trigo do joio. E aprende bem depressa! A partir daí, a designação "Inbox" ganha todo um novo significado: passa a ser mesmo a tua "Inbox". Confuso? Permite-te que te elucide.

A "Inbox" torna-se aquilo que era nos tempos remotos de que te falei: a pasta onde recebes o teu e-mail. A SaneBox não te apagará nada. Apenas te separa o lixo, ou melhor dizendo, as distrações, para um local, convenientemente designado  pela app de "Not Inbox". Simples, limpo e eficaz.

Mas que invasão de privacidade, pensarás tu, com toda a legitimidade. Só que não. O seu sistema de filtragem, baseado na sua abrangente e "sábia" programação (para além daquilo que tu lhe irás ensinar), é aplicado apenas ao remetente e ao assunto do teu e-mail, deixando a "carta por abrir", com o seu conteúdo reservado apenas aos teus olhos.

Experimentar não custa

Com efeito, durante 14 dias podes experimentar em primeira mão o efeito discreto, mas brutalmente eficaz da SaneBox. Sim. Discreto é o que se pretente. A SaneBox não se impõe, obrigando-te a utilizar todo um novo sistema de gestão de e-mail.

Ela é compatível com grande maioria das principais apps existentes, integrando-se e trabalhando por ti, permitindo-te fazer bloqueios, agendar envios e inclusivamente ativar um modo "não incomodar".

Aproveita o crédito de 25$ dólares numa subscrição neste link do iFeed, sem teres que usar qualquer tipo de meio de pagamento. Ainda assim, se aderires, nada te obriga a ficar, podendo cancelar a qualquer momento.

O maior bem que temos na vida é o tempo. E, como disse e reforço, passa cada vez mais depressa. Para quê desperdiça-lo em coisas inúteis, irritantes e deseperantes? Já chega os coitaditos dos hamsters a dar o exemplo da roda que gira infinitamente sem se chegar a lado nenhum.

Poupa tempo e ganha sanidade com a SaneBox. Não podes fugir dos e-mails, mas podes com toda a certeza tê-los sob rédea curta, ganhando horas precisosas na tua semana para fazer coisas bem mais úteis. Não é à toa que empresas com a Adidas, a Coca-Cola, o eBay, a Shopify, entre muitos outros tubarões, para quem tempo é dinheiro, utilizam e confiam na SaneBox.

Sabe mais sobre a SaneBox aqui

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo