6 coisas que podes fazer ao teu velho iPod

6 coisas que podes fazer ao teu velho iPod

Tens um iPod em casa a apanhar pó na tua gaveta e queres dar-lhe um uso mais digno, mas não sabes que fazer? Altura de ver a segunda vida que lhe podes dar!

Joana Cabral
∙ 4 minutos de leitura

Hoje em dia, um dispositivo Apple que poderás possuir no fundo da tua gaveta e que já se tornou "retro" é o iPod. Muitos optam por o vender mais tarde e tentar recuperar o investimento feito no passado. No entanto, sempre lhe poderás dar uso hoje em dia. Se és dos que não sabe o que fazer ao seu velho e estimado iPod, este artigo é para ti.

Instala novo Firmware

Houve muitos dispositivos de reprodução de música que pecaram pelo firmware que usavam de raiz. Definitivamente que o iPod não tem dos piores, mas tem sempre um grande obstáculo que esteve no centro de muita polémica: o iTunes, ou Apple Music/Finder se usas macOS.

Há algumas ferramentas para organizar músicas de forma alternativa, mas normalmente falham na sincronização. Estarás sempre dependente de uma biblioteca central a sincronizar dentro do software da Apple.

O firmware em código aberto Rockbox substitui a interface original do teu iPod. É compatível com todos os iPods – sim, mesmo os Nano e Mini.

É fácil de configurar e conseguirás deixar o teu iPod a funcionar como qualquer dispositivo de reprodução de música, só tendo de arrastar as músicas para dentro desse dispositivo a partir de outro computador.

O Rockbox também tem suporte alargado para mais codecs, equalizador integrado, com a vantagem de poderes ler ficheiros de texto, correr jogos e aplicar temas.

Troca a Bateria

Um dos problemas mais apontados ao longo dos anos em dispositivos de música é a esperança média de vida das suas baterias. Se utilizares de forma intensa um iPod, sabes que a bateria ao fim de 3 anos não terá nada a ver com a que tinhas quando adquiriste o dispositivo pela primeira vez.

Teoricamente, podes substiuir a bateria em qualquer momento, mas é provavelmente melhor focarmo-nos na linha de iPod Classic, pelo tempo de produção desta: é a que mais pessoas terão por casa.

Como podes calcular, não é um processo simples. Mas, se já não dás uso ao teu iPod, sempre poderás aprender um pouco mais nesta jornada.

Precisarás de uma espátula de 1.5 polegadas, um spudger de metal, um supdger normal, e ferranmentas de plástico para ajudar a abrir o equipamento.

O preço da bateria rondará entre os 10 e 20 dólares, dependendo do modelo que possuas. Boa sorte!

Usa o teu iPod como um disco rígido portátil

Se até podes usar o teu iPhone como uma USB drive, porque não o teu velho iPod sem aparente utilidade, que até já pode ter ecrã partido e torná-lo inútil mesmo com as nossas sugestões anteriores?

Havia muitos modelos de iPod lançados já com 160GB de memória. Alguns da terceira geração de iPod Classic já possuíam 40GB. São portáteis, leves, e pequenos, fazendo deles ótimo candidatos para armazenamento portátil.

Vamos começar por formatar o teu dispositivo. Se estás num computador Windows, clica com o lado direito do teu rato no iPod no navegador e clica em Formatar. Se estás num Mac, utiliza o Utilitário de Disco. O formato ExFAT dar-te-á maior compatibilidade.

Neste ponto, tens duas opções: ou usas novamente a aplicação Rockbox para transformar numa USB drive, ou então completas o processo com software de iTunes ou Apple Music.

Poderá, neste ponto, funcionar como um dispositivo com cópias de segurança ou pronto a criar um disco de arranque para o teu Windows, Mac ou Linux.

Substitui o disco rígido do teu iPod

Houve vários iPods afetados por discos rígidos que acabaram por não resistir à passagem do tempo, especialmente a sua terceira geração. Se é algo que te sentes confortável em fazer – ou queres dar os teus primeiros passos nesta área – poderás substituí-lo tu mesmo.

Comecemos por confirmar o estado do teu disco rígido. Se entrares no 'Modo de Diagnóstico', poderás realizar alguns testes para inferir se ainda está saudável ou não.

Nos modelos Classic, podes aceder ao 'Modo Diagnóstico' colocando o teu polegar direito no botão 'Selecionar' e o teu polegar esquerdo no botão 'Menu'. Mantém os dois botões pressionados durante 6 segundos até o iPod reiniciar. Mal isto aconteça, move o polegar esquerdo para o botão 'Retroceder' e carrega neste em simultâneo com o botão 'Selecionar' mais 6 segundos.

Em seguida, é só carregar em Menu > Manual Test > IO > HardDrive > HDSMARTData.

Depois do teste correr, só tens de verificar se tens um número elevado de "Reallocs" ou "Pending Sectors": se sim, estará na altura de substituíres o seu disco.

Precisarás dos mesmos instrumentos que utilizaste na substituição de bateria. No entanto, o preço de um disco poderá variar entre 60 e 100 dólares, dependendo do modelo que possuas.

Música no Carro

Há muitos que preferem usar o seu smartphone para reproduzir música no carro, mas outros preferem ter o dispositivo longe de si, quer para segurança deste dentro do carro, quer pelas distrações inerentes que têm de ser evitadas durante a condução. Porque não o teu velhinho iPod, que mesmo assim tem uma boa capacidade, poupando bateria preciosa ao teu smartphone?

Adiciona toda a música que adores ouvir a conduzir, e nem tens de o tirar do carro nos meses seguintes! Basta teres uma porta USB para o carregares no carro – ou utilizar o isqueiro nos carros mais antigos – e reproduzir via USB ou AUX.

Vende o teu iPod

Não te vês a fazer nenhum destes passos anteriores, e mesmo assim já não queres ver o iPod no canto da tua gaveta? Podes sempre tentar vender. Há muitos iPod Classic de 160GB da sétima geração à venda, até no eBay, por 200 dólares. Porque não tentar a tua sorte?

Seja qual for a sugestão pela que optes, não te esqueças sempre de salvar a música antiga que tinhas no teu iPod: quem sabe que não tens lá algumas que nem te lembras que existiam!

A verdade é que, com números de iPods tão elevados que a Apple vendeu desde 2001, há muitos ainda por aí e que poderão ter utilidade, mesmo num mundo tecnológico que tem avançado a ritmo galopante. Tens um iPod em tua casa? Que utilidade lhe vês hoje em dia?

A tua subscrição no iFeed foi efetuada com sucesso.
Bem-vindo de volta! Iniciaste sessão com sucesso.
Perfeito! O teu registo foi concluído com sucesso.
O teu link expirou
Parabéns! Verifica o teu e-mail e utiliza o link para iniciar sessão.