Apple interrompe produção de iPhones pela primeira vez em 10 anos

As causas incluem cortes de energia nas fábricas chinesas e claro, a pandemia mundial de COVID-19.
Escrito por António Guimarães e
1 min de leitura
Apple interrompe produção de iPhones pela primeira vez em 10 anos
Publicidade
Publicidade

Conforme o jornal chinês Nikkei, a Apple interrompeu a sua produção de iPhones durante alguns dias. As causas incluem cortes de energia nas fábricas chinesas e claro, a pandemia mundial de COVID-19.

A pandemia provocou um atraso na produção de componentes que continua a ser sentido pelas fabricantes. Devido à falta de peças para montagem, a Apple suspendeu a produção no mês de dezembro, algo inédito, pois é dos meses mais atarefados do ano.

É durante os últimos meses do ano que a Apple aumenta a produção para estarem preparados para os desafios do próximo ano. Temos um lado positivo, no entanto: os trabalhadores chineses têm tido folgas extra devido à interrupção.

iPhone 13 não cumpriu os objetivos de produção

A Nikkei avançou ainda que a linha iPhone 13 não cumpriu 20% do objetivo definido para o volume de produção. Os iPhones das gamas anteriores também sofreram, onde 25% do objetivo não foi cumprido.

No total, a Apple estima produzir menos 10 milhões de unidades de iPhone. Ainda assim, as projeções totalizam 80 milhões. Adicionalmente, a Apple vai supostamente cortar na produção dos iPads para poder responder mais rapidamente à procura dos iPhones.

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo