As 5 piores apps para a tua privacidade

As 5 piores apps para a tua privacidade

Há uma série de apps que podem expor o teu conteúdo mais íntimo e privado. Sabe quais as piores apps para a tua privacidade que deves evitar instalar.

Redação iFeed
∙ 6 minutos de leitura

O teu telefone sabe quase tudo o que há para saber sobre ti. Onde trabalhas e vives, para onde viajas, quem são os teus amigos, o que escreve nos teus emails e mensagens. Tudo isto também é verdade para muitas apps que usas, mas algumas são mais “intrometidas” que outras. As que estão nesta lista são as piores apps quando o assunto é a privacidade.

1.  Facebook

Aplicação do Facebook para iPhone
Aplicação do Facebook para iPhone

O Facebook rastreia-te através de todas as suas apps e sites. Até te rastreia quando  fazes logout do Facebook. A sua app requer praticamente todas as permissões que existem, solicitando acesso:

  • Aos teus contactos, registos de chamadas e mensagens de texto;
  • À tua câmara e microfone;
  • Ao armazenamento interno;
  • Ao Wi-Fi;
  • À tua localização.

Em suma, a app quer o controlo total do teu dispositivo e alega que isso é necessário para o funcionamento da mesma.

Sabe quando fazes login e quanto tempo passas na plataforma. Rastreia onde vais, o que compras e o que pesquisas.

O Facebook recolhe todas estas informações para te oferecer anúncios personalizados. Além disso, a empresa deixou vazar dados dos seus utilizadores através de inúmeras violações. O Facebook provou várias vezes que os teus dados pessoais não estão seguros nas mãos deles.

2. Messenger

Aplicação do Messenger para Android
Aplicação do Messenger para Android

O Facebook Messenger é ainda pior – ele não usa encriptação end-to-end. A app provavelmente armazena as tuas mensagens privadas em texto simples nos seus servidores. Se for esse o caso, qualquer funcionário com credenciais de login pode aceder a elas.

Mark Zuckerberg admitiu que o Messenger confere todos os links e imagens que  envias aos teus amigos. Quando o algoritmo os considera suspeitos, os moderadores lêem as mensagens e bloqueiam-nas se estas não cumprirem com a política da empresa.

É verdade que estas medidas impedem que as notícias falsas e o conteúdo ilegal se espalhe. No entanto, não podes confiar que o Facebook use os teus dados apenas para praticar o bem. Lembra-te que o Facebook:

  • Sempre valorizou o seu crescimento acima da privacidade do utilizador;
  • Foi violado inúmeras vezes;
  • Armazenou logins em texto simples;
  • Registou mensagens de texto e chamadas telefónicas sem informar os utilizadores sobre esta prática;
  • Solicitou aos utilizadores passwords de email para enviar spam para os teus contactos.

Como sair do Facebook

Desconecta-te, apaga as apps do Facebook e do Messenger e muda para uma app de mensagens mais segura.

Isso é mais fácil de dizer do que fazer. Com mais de 2,13 mil milhões de utilizadores no Facebook e 1,3 mil milhões no Messenger, vais encontrar a maioria dos teus familiares, amigos e colegas de trabalho nestas apps. Serviços de mensagens encriptados como o Signal são muito menos conhecidos e não há uma rede social alternativa tão popular como o Facebook.

Se não consegues livrar-te do hábito do Facebook, simplesmente apaga as apps e usa o browser do telemóvel para pesquisar. É um pouco menos prático, mas este passo extra dá-te tempo para refletir: “Eu quero realmente verificar o feed de notícias NOVAMENTE?” Também garante que as apps não podem espiar o teu tráfego e outras aplicações.

As tuas mensagens vão manter-se legíveis para o Facebook e os teus dados continuarão a estar vulneráveis a todas as falhas de segurança que surgirem, mas o Facebook terá muito mais dificuldade em rastrear-te sem as suas apps.

3. Apps de meteorologia

App de meteorologia para iPhone
App de meteorologia para iPhone

A tua novíssima app de meteorologia quer acesso à tua localização. Parece razoável – não pode dizer-te o tempo se não souber onde estás.

Mas depois de concederes permissão, a app rastreia a tua localização 24/7 e vende esses dados a anunciantes. Essas apps são muitas e são todas muito semelhantes:

  • AccuWeather
  • WeatherBug
  • The Weather Channel App

E não é apenas com as apps meteorológicas que precisas de te preocupar. Pode ser qualquer app que forneça notícias locais sobre eventos na tua cidade ou te informe sobre novos restaurantes que vale a pena visitar. Qualquer uma delas pode estar a tentar obter os teus dados para publicidade com base na localização.

As apps de meteorologia vão vender dados sobre onde trabalhas, como te deslocas, quem é o teu médico e que ginásio frequentas. Não há garantia que a tua localização será tratada de forma adequada. Ela pode ser exposta (roubada) ou vendida posteriormente. Imagina se alguém da tua área obteve os teus dados de localização, mesmo que sem o teu nome.

Como saber a previsão do tempo sem revelar a tua morada

Nem todas as apps de meteorologia (ou de notícias locais) são más para a tua privacidade, mas para encontrares as confiáveis terás de ler todos os termos e condições.

As apps que vendem a tua localização não são honestas sobre isso. Elas escondem esse facto em longuíssimos textos de políticas da empresa que estão escritos em “juridiquês”. Se não suportas ter de lê-los (poucas pessoas o conseguem), pesquisa sobre eles. Verifica os comentários e a sua reputação na internet.

Uma possível solução é selecionares a tua localização na app sem lhe dar permissão para que esta a rastreie. Esta característica pode aparentemente não existir, uma vez que eles querem que os deixes rastrear-te, mas provavelmente estará disponível.

Podes também verificar o tempo para o dia seguinte online.

4. Words with Friends e outros jogos multiplayers para mobile

jogos multiplayers mobile

Os jogos multiplayers têm tudo a ver com interação e envolvimento do jogador. Resolves puzzles, sobes de nível e divertes-te com amigos e família.

No entanto, jogos como o Words with Friends recolhem uma quantidade obscena de dados pessoais.

A Zynga, que criou o Words with Friends, o muito famoso FarmVille e muitos outros jogos de sucesso, rastreia e regista todos os tipos de dados pessoais:

  • primeiro e último nome;
  • username;
  • género;
  • idade e data de nascimento;
  • email;
  • contactos;
  • compras no jogo;
  • tudo o que os jogadores publicam nos painéis de mensagens;
  • os conteúdos de chats e mensagens entre jogadores;
  • ID do Facebook;
  • localização física aproximada;
  • basicamente, qualquer informação pública disponível que possam encontrar;

Eles usam também cookies, beacons, tags de pixel, clear gifs e identificadores de dispositivo para rastrear:

  • endereços IP;
  • que computador ou dispositivo mobile e sistema operativo os jogadores usam para jogar os seus jogos;
  • endereços MAC;
  • tipo de browser e idioma;

A Zynga não é a única no mercado de jogos mobile. Muitas empresas neste setor rastreiam os dados dos seus jogadores e vendem-nos à melhor oferta. Se tiveste sorte, os dados serão despersonalizados, mas poderão não ser.

Como ter a certeza que o jogo não está a espiar-me

Se a app é gratuita, a empresa precisa de ganhar dinheiro de alguma forma. Elas fazem-no vendendo os teus dados para publicidade direcionada.

Antes de fazeres download de qualquer app, verifica as permissões e confere se podes executá-la sem fornecer nenhuma das permissões que ela precisa para rastrear os teus dados.

5. A próxima app que descarregares

app

Em 2014 descobriu-se que a NSA “hackeou” o jogo Angry Birds e desviou dados dos jogadores. A empresa desenvolvedora afirma que as vulnerabilidades na aplicação foram corrigidas.

Em 2013, a Federal Trade Commission acusou uma popular app de lanterna porque esta partilhava dados de localização com terceiros sem o conhecimento ou consentimento do utilizador.

O que estes casos demonstram é que não se pode aprender sobre as piores apps em termos de privacidade a partir de incidentes do passado. Quando as vulnerabilidades se tornam conhecidas, elas são corrigidas. Quando são encontradas apps fraudulentas, elas são bloqueadas pelo Google Play e pela App Store.

Precisas de te preocupar com as vulnerabilidades que ainda não foram descobertas. Ninguém sabe qual será a próxima app a deixar “escapar” os dados de milhões de pessoas.

Artigo redigido pela NordVPN

A tua subscrição no iFeed foi efetuada com sucesso.
Bem-vindo de volta! Iniciaste sessão com sucesso.
Perfeito! O teu registo foi concluído com sucesso.
O teu link expirou
Parabéns! Verifica o teu e-mail e utiliza o link para iniciar sessão.