Face ID do iPhone 13 preparado para o uso de máscara

Face ID do iPhone 13 preparado para o uso de máscara

No rótulo "fadiga pandémica" poderemos incluir aquela situação irritante de o iPhone não desbloquear quando usamos a máscara. Será que a Apple resolve?

Gonçalo Antunes de Oliveira
∙ 2 minutos de leitura

As novas dificuldades do Face ID

"COVID-19" é uma expressão gravada a ferros quentes na nossa História. E que, quer queiramos, quer não, irá acompanhar-nos durante muitos anos. Independentemente dos critérios utilizados pelas várias nações da esfera em que habitamos, as medidas de proteção individual, mesmo deixando de ser obrigatórias, continuarão a ser recomendáveis. E aqui entram a responsabilidade invididual, o civismo e mesmo o altruísmo, características cada vez mais raras nos dias que correm.

Como todos sabemos, a utilização de máscara é um ato decisivo no que respeita à disseminação do vírus. Utiliza-la tornou-se uma prática quoditiana, tão natural como levar as chaves de casa. E continuará a ser assim.

Por esse motivo, a Apple tem estado a trabalhar em soluções que permitam a sua compatibilização com o Face ID, uma aposta ganha, mas cuja implementação foi dificultada pela pandemia. Sobretudo, e principalmente, porque o Touch ID foi eliminado dos iPhones.

Pois talvez pudessem aplicar o Touch ID no botão físico, tal como já acontece nos iPad. Mas a Apple é a Apple, e a ideia é que um dia tudo esteja discretamente diluído no próprio ecrã. Mas até ao momento, muitos testes e nenhuma previsão concreta para essa implementação.

São várias as tentativas para contornar esta dificuldade. O 9to5Mac até tem um artigo que tenta demonstrar que é possível dar a volta ao Face ID. Mas esta estratégia não resultou para muita gente. E ainda bem. Porque se trataria de um problema gravíssimo de segurança.

A Apple não contorna. A Apple resolve.

Pois o nosso habitual informador do mundo da maçã, Jon Prosser, publicou no Twitter que a Apple está a testar um novo hardware do Face ID que funcionará com máscara e com óculos embaciados (outra consequência do uso da máscara). Alegadamente, os colaboradores da empresa têm estado a testar esta melhoria, que poderá eventualmente integrar os novos iPhone 13.

Trata-se de um desafio de elevada complexidade e resposabilidade, uma vez que, para além de nos desbloquear o telefone, o Face ID garante o acesso a plataformas bancárias, governamentais e muitas outras de gigantesca sensibilidade, caso o queiramos.

E imaginarmos que com óculos embaciados e uma máscara que nos tapa metade da cara, quais são as partes que são reconhecidamente nossas? A ruga na testa? A sobrancelha? Pois... por isso estão a ir com calma nos testes. Mas sabemos que o que a Apple faz, faz bem. Portanto, é esperar - e já falta pouco - para saber se esta nova funcionalidade resulta, e se já integrará a nova versão nos nossos tão amados iPhone.

Os problemas de usar uma máscara | Fonte: healthline.com
Os problemas de usar uma máscara | Fonte: healthline.com

Há que lembrar que, para quem um Apple Watch, já é possível contornar o problema da máscara e dos óculos. A empresa mostra como se faz neste artigo. Mas nem toda a gente tem um. E toda a gente pode e deve continuar a usar máscara. Para o bem de todos.

Achas que a Apple vai conseguir?

A tua subscrição no iFeed foi efetuada com sucesso.
Bem-vindo de volta! Iniciaste sessão com sucesso.
Perfeito! O teu registo foi concluído com sucesso.
O teu link expirou
Parabéns! Verifica o teu e-mail e utiliza o link para iniciar sessão.