Homem rouba mais de 1 milhão à Apple através de fraude

Homem usou esquema fraudulento para roubar a Apple em mais de 1 milhão de dólares.

Recentemente um homem chinês recebeu uma sentença de 26 meses de prisão nos Estados Unidos da América, após ter sido apanhado num esquema que defraudou a Apple em mais de 1 milhão de dólares.

Haiteng Wu emigrou para os EUA em 2013, onde estudou engenharia, tirando o seu mestrado em 2015. Após dois anos de trabalho "legal", Wu passou 3 anos e meio a roubar a Apple.

O esquema envolvia receber carregamentos de iPhones falsos, oriundos de Hong Kong. Os equipamentos, embora falsos, continham IMEIs e números de série legítimos, correspondendo a iPhones verdadeiros.

Juntamente com uma equipa de criminosos, Wu levava os iPhones falsos a lojas da Apple, alegando avaria dentro da garantia. A Apple então trocava os clones por iPhones verdadeiros, que eram posteriormente vendidos.

Wu falsificou mais do que iPhones

O engenheiro chegou a envolver a sua mulher no esquema, que o ajudava a receber os iPhones e a trocar por verdadeiros. Contudo, Wu também falsificava documentos e abriu várias caixas de correio pelos Estados Unidos, de forma a receber vários equipamentos.

Wu e a sua mulher foram detidos em 2019 e estiveram em custódia desde então. Atualmente, Wu foi condenado a 26 meses de prisão e a pagar 987 milhões de dólares em retribuições.