Está aí o alinhamento dos novos iPhones 12, mas desta feita para além do tamanho há outras diferenças entre os dois topos de gama, iPhone 12 Pro e 12 Pro Max.

Se as diferenças são importantes para ti isso já é outro assunto, contudo são “apenas” 100 euros que separam as opções base de ambos os modelos.

Nos modelos lançados em 2019 a diferença entre os modelos equivalentes residia apenas no tamanho físico, ecrã e consequentemente bateria, tudo o resto era partilhado pelos Pro e Pro Max.

Em 2020 a Apple mudou um pouco esta dinâmica e colocou algumas melhorias no iPhone 12 Pro Max em relação ao “irmão” mais pequeno, principalmente ao nível das câmaras.

O Tamanho importa realmente?

Neste caso particular, é um facto que inegavelmente o tamanho importa, o que não quer necessariamente dizer que o maior é melhor. O melhor será sempre o que se adequar à tua utilização e claro à tua carteira.

Porém vamos a números, e neste campo o que vai ditar é mesmo o teu gosto particular, no iPhone 12 Pro tens um ecrã de 6.1 polegadas, um trabalho notável em relação ao modelo de 2019, visto que com poucos mais milímetros foi conseguido um ganho importante no tamanho do ecrã.

Por outro lado, no iPhone 12 Pro Max tens um ecrã de dimensões mais generosas contando assim com 6.7 polegadas. Aqui ganhas na área útil de trabalho e ficas também com um ecrã mais simpático para consumo de media.

Outro fator que advém, em parte, também do tamanho é o peso, embora neste quesito apenas 39 gramas separam o iPhone 12 Pro (187gr) do Max (226gr).

E a bateria?

Ainda consequência do tamanho temos a diferença na bateria, que no iPhone 12 Pro Max tem maior capacidade. Oficialmente os mAh não são divulgados, contudo a Apple aponta para até 17 horas de reprodução de vídeo no modelo 12 Pro contra as cerca de 20 horas no 12 Pro Max.

Por isso, no capítulo do tamanho o fator decisório, para além dos tais 100 euros, será sempre analisar se privilegias a mobilidade e a facilidade de alcançar todos os pontos do ecrã usando apenas uma mão (iPhone 12 Pro), ou se, por ventura, preferes mais ecrã e mais bateria (iPhone 12 Pro Max).

Por fim chegou a vez das câmaras

Aqui residem as principais diferenças entre ambos os modelos, ainda que à vista desarmada o módulo de três câmaras mais o sensor LiDAR é igual.

Todas elas, Ultra grande angular, Grande angular e Teleobjetiva têm resolução de 12MP em ambos os modelos. Porém na câmara principal, a Grande angular, tem um sensor cerca de 47% maior no iPhone 12 Pro Max o que vai permitir a “entrada” de muito mais luz do que no 12 Pro.

As diferenças continuam quando avançamos para o capítulo da abertura, no caso, na lente Teleobjetiva que no Pro é de ƒ/2,0 e no Pro Max de ƒ/2,2. Ainda nesta mesma lente o iPhone 12 Pro Max conta com distância focal de 65mm e zoom ótico 2.5x, contra os 52mm de distancia focal e 2x zoom ótico do iPhone 12 Pro.

Para além de tudo isto, o iPhone 12 Pro Max tem ainda um novo sistema de estabilização no sensor da câmara Grande angular, chamado sensor-shift, na prática isto significa que a estabilização passa a incidir no sensor, quando o habitual é ter o sistema aplicado à lente.

Então, qual devo realmente comprar?

Isso vai sempre depender do teu gosto, mas resumindo se achas que vais precisar das características especiais das câmaras, do ecrã maior, da bateria mais duradoura e se o tamanho não te vai incomodar no bolso, definitivamente pela diferença de preço o iPhone 12 Pro Max é o equipamento certo para ti.

Por outro lado, se preferes um equipamento mais fácil de manusear, mas que mantenha muitas características de um smartphone topo de gama, aí a tua escolha poderá recair sobre o iPhone 12 Pro, poupando 100 euros para gastares no carregador e capas MagSafe.

Se quiseres ficar ainda mais esclarecido, não percas o vídeo do Daniel Pinto que podes ver abaixo.