A tecnologia evoluiu depressa, pelo que vemos cada vez mais aparelhos a serem atualizados e superados pelas gerações seguintes, ou a serem descontinuados e posteriormente recordados pelos saudosos momentos com eles passados. É o caso do iPod Nano, cujo último modelo lançado em 2015 irá ver agora a sua entrada para a lista de equipamentos "vintage" da Apple.

Para que te recordes, a marca da maçã adiciona um dos seus produtos à lista de equipamentos vintage 5 anos após deixarem de ser vendidos. Após mais 2 anos, ou seja, com 7 anos após fim de vendas, o aparelho entrará para a lista de equipamentos obsoletos.

Os produtos da Apple que estão na lista vintage ainda podem receber suporte ao hardware quer pela Apple quer pelos provedores de serviço oficiais da marca. Contudo, estão limitados à disponibilidade de componentes para reparação e quando exigido por lei. Por sua vez, os produtos obsoletos não recebem suporte de hardware, sem qualquer exceção.

Conhece a história do iPod Nano

Quando, em setembro de 2005, a Apple lançou o iPod Nano, as semelhanças de design com o iPod eram notáveis. Porém, este novo modelo era mais fino, pequeno e fácil de guardar no bolso. Para além disso, usava memória flash em vez de disco rígido, apresentando capacidades de 1GB, 2GB e 4GB, disponível apenas em branco e preto.

iPod Nano (2005)

Em setembro do ano seguinte, a Apple anunciou a segunda geração do iPod Nano. Este dispositivo caracterizava-se por um tamanho mais reduzido, um maior leque de cores e capacidades de 2GB, 4GB e 8GB.

iPod Nano de 2ª geração (2006). Fonte: Apple

Na sua terceira geração, o iPod Nano sofreu uma alteração de design mais produnda, ficando conhecido como o "nano gordinho" pelo seu corpo mais largo, mais baixo e atarracado. Esta geração adicionou um botão de bloqueio na parte de baixo e a capacidade de reproduzir vídeo. O leque de cores foi alterado e encontrava-se disponível com 4GB e 8GB.

iPod Nano de 3ª geração (2007). Fonte: Apple

As gerações 4 (setembro de 2008) e 5 (setembro de 2009) do Nano regressaram a um design mais fino e elegante, com um ecrã alto e curvatura lateral. A quarta geração introduziu um acelerómetro e a quinta geração apresentou-se com uma câmara e microfone na traseira do dispositivo, um ecrã ainda mais alto e melhor polimento nos acabamentos do dispositivo.

iPod Nano de 4ª geração (2008). Fonte: Apple

Em setembro de 2010 vimos um novo design do iPod Nano, fazendo juz ao nome. O dispositivo passou a ter um ecrã multi-touch, com dimensões reduzidas em formato quadrado. Este encontrava-se disponível em 8GB e 16GB. Com esta geração, a Apple abandonou o famoso click wheel de navegação para dar inicio a uma nova era "touch".

iPod Nano de 6ª geração (2010). Fonte: Apple

Por fim, a sétima geração apresentou-se em outubro de 2012 e sofreu uma atualização em julho de 2015, com a adição de mais cores. Este caracterizava-se pelo seu botão Home, ecrã multi-touch e com uma capacidade de 16GB.

O iPod Nano de 7ª geração deverá entrar na lista de equipamentos vintage da Apple a 30 de setembro, em conjunto com o iPod Touch de 5ª geração lançado originalmente em outubro de 2012 e com atualizações em maio de 2013 e junho de 2014.

Tiveste um iPod Nano ou outro produto iPod? Que memórias guardas destes equipamentos? Partilha connosco na secção de comentários.