MagSafe dos iPhones inspira o próximo standard de carregamento sem fios Qi2

Uma novidade fresquinha anunciada pelo Wireless Power Consortium (WPC) na CES 2023.
Escrito por Pedro Alves e
2 mins de leitura
MagSafe dos iPhones inspira o próximo standard de carregamento sem fios Qi2
Publicidade
Publicidade

Em 2020, a Apple implementou no iPhone 12 uma forma inovadora de utilizar uma tecnologia existente há já alguns anos, mas que nunca tinha sido muito explorada nem alterada. Falamos do carregamento sem fios que, a par de mudanças na velocidade de fornecimento de energia ao dispositivo em questão, nunca passou da sua forma de origem. Com a introdução do MagSafe, a gigante da maçã conseguiu então aliar esta útil forma de alimentar os nossos smartphones à conveniência da utilização de ímanes, o que garante um alinhamento perfeito entre o carregador e o smartphone. Além disso, o MagSafe abriu a porta à criação de um sem número de novos acessórios, desenhados especificamente para tirar partido deste casamento.

A verdade é que a fórmula resultou, e deste então todas as novas gerações de iPhones oferecem esta funcionalidade, vimos surgir acessórios criativos e úteis, por isso é normal que o MagSafe tenha chamado à atenção do Wireless Power Consortium.

MagSafe Case on iPhone 12 Pro

O Wireless Power Consortium (WPC) é um consórcio cuja missão é criar, desenvolver e promover a adoção do padrão de carregamento sem fio Qi. Ora, o WPC escolheu a CES 2023 para anunciar que a Apple aceitou ajudar a desenvolver o futuro Qi2 baseado no MagSafe. Na prática, isto significa que, num futuro próximo, iremos ver noutras marcas algo semelhante à solução da Apple, mas padronizado: carregamento sem fios aliado à utilização de magnetismo, de forma a oferecer um posicionamento ideal.

O WPC pretende assim assegurar que o Qi2 amplie a eficiência energética do carregamento, e consequentemente permita aumentar ainda mais as velocidades de carga oferecidas por este tipo de solução. Do lado da Apple, ao aceder em partilhar o seu conhecimento acerca de uma solução até então proprietária, garante que o Qi2 vá ser compatível com o atual MagSafe.

Segundo o consórcio em questão, os primeiros dispositivos Qi2 certificados, assim como os respetivos acessórios, deverão começar a ser introduzidos no mercado perto do final de 2023.

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo