Manchas no ecrã do teu Macbook Retina? Nós ajudamos

Manchas no ecrã do teu Macbook Retina? Nós ajudamos

Reparaste que o ecrã do teu MacBook Retina tem manchas a aparecer gradualmente que não saem após limpares cuidadosamente? Percebe mais sobre a Staingate.

Joana Cabral
∙ 3 minutos de leitura

Apesar de usar regularmente o meu MacBook Pro Retina 13" Early 2015 numa dock, ligado a um monitor externo, já foi há cerca de um ano que reparei em algo que me trouxe alguma preocupação: manchas, não removíveis, no seu ecrã.

Revendo-te ou não nesta situação, consegues imaginar a desilusão em ter um dispositivo Apple, a que dás muito valor, com danos que não sabes como ocorreram. Reconheço que lhe dou muito uso, mas sempre com grande cuidado, utilizando constantemente as ferramentas de limpeza adequadas.

Foi nessa altura que decidi aventurar-me à procura de razões para tal acontecer, bem como soluções. Não sabia quanto mais tempo o teria - um ano mais tarde, ainda é o meu computador - nem sabia que destino lhe quereria dar, caso conseguisse trocar de dispositivo, mas uma coisa para mim era assente: queria tê-lo o mais cuidado possível, como foi sempre o meu costume. Curiosamente, não era a única.

Internacionalmente conhecido como Staingate, este problema acometeu muitas séries de MacBooks com ecrã Retina, desde meados de 2012 até meados de 2015. Os utilizadores em geral descrevem como manchas que vão gradualmente aparecendo no ecrã do seu computador, muitas vezes até na forma do próprio teclado, que permanecem após limpeza correta e cuidadosa.

Rapidamente se percebeu que se devia ao revestimento anti-reflexo aplicado nos ecrãs Retina, que se começa a desfazer em sítios onde há mais pressão aplicada, como a exercida pelo teclado quando o ecrã está fechado. Uma vez que começa, continuará a ser espalhado pelo resto do ecrã, sem grande possibilidade de ação da parte do utilizador.

Como podes calcular, tal gerou grande comoção pelos utilizadores; muitas vezes pela própria incredulidade de nunca ter ouvido falar em tal problema a um nível mais global, até precisar de procurar explicitamente por ele.

Muitas páginas de dicas sugeriram, por exemplo, aplicar Listerine no ecrã e fazer limpeza vigorosa, de forma a forçar a remoção do resto do revestimento anti-reflexo, e enquanto alguns mais corajosos tentaram, outros mais conservadores tiveram, com razão, os seus receios, e pretendiam sobretudo uma solução mais oficial para o problema do seu MacBook.

Claro que, após tanta discussão, a Apple não quis defraudar os seus clientes, oferecendo um Programa de Qualidade Apple para Anti-Reflective Coating Issues. Contando 4 anos a partir da data de compra, a empresa da Maçã assegura a substituição gratuita do ecrã do Mac afetado pela Staingate, que terá de figurar na seguinte lista:

• MacBook Pro (13", Early 2013)

• MacBook Pro (15", Early 2013)

• MacBook Pro (13", Late 2013)

• MacBook Pro (15", Late 2013)

• MacBook Pro (13", Mid 2014)

• MacBook Pro (15", Mid 2014)

• MacBook Pro (13", Early 2015)

• MacBook Pro (15", Mid 2015)

• MacBook Pro (13", 2016)

• MacBook Pro (15", 2016)

• MacBook Pro (13", 2017)

• MacBook Pro (15", 2017)

• MacBook (12", Early 2015)

• MacBook (12", Early 2016)

• MacBook (12-inch, Early 2017)

Se tens um MacBook com ecrã Retina nesta lista e que adquiriste há menos de quatro anos, tens assim como resolver o problema a nível de Portugal. A Ponto Sagres faz a substituição através deste Programa num período de 3 dias úteis. Poderás também agendar a recolha do teu MacBook através do iOS Repair, algo especialmente importante neste período pandémico.

Já tiveste este problema no teu MacBook? Conta-nos a tua experiência nos comentários!

A tua subscrição no iFeed foi efetuada com sucesso.
Bem-vindo de volta! Iniciaste sessão com sucesso.
Perfeito! O teu registo foi concluído com sucesso.
O teu link expirou
Parabéns! Verifica o teu e-mail e utiliza o link para iniciar sessão.