NordVPN apresenta o Threat Protection como uma funcionalidade antivírus e entra neste mercado

A Threat Protection mitiga três principais tipos de ameaças. Tal inclui “web trackers” e anúncios maliciosos, sites nocivos, e ficheiros infetados.
Escrito por Redação iFeed e
2 mins de leitura
NordVPN apresenta o Threat Protection como uma funcionalidade antivírus e entra neste mercado
Publicidade
Publicidade

A NordVPN, líder mundial no fornecimento de serviços VPN, acaba de dar mais um passo para solidificar a sua posição como líder de mercado em segurança cibernética com o lançamento da Threat Protection, que está integrado na app da NordVPN. Este novo recurso oferece segurança abrangente contra ameaças cibernéticas ao bloquear rastreadores, ficheiros maliciosos e anúncios, e ajuda a identificar sites ou conteúdos nocivos.

“Na Nord Security sabemos que a segurança cibernética evolui rapidamente e as ferramentas de cibersegurança devem acompanhar essa evolução. E como parte de um esforço mais amplo para passar a ser uma empresa de cibersegurança mais abrangente, a introdução da Threat Protection deixa-nos um passo mais perto,” diz Vykintas Maknickas, Estratega de Produto na NordVPN. “Com a introdução da Threat Protection seremos capazes de oferecer mais serviços e uma proteção mais abrangente que não depende apenas da sua conexão VPN.”

A Threat Protection mitiga três principais tipos de ameaças. Tal inclui “web trackers” e anúncios maliciosos, sites nocivos, e ficheiros infetados.

Web trackers e anúncios maliciosos. Lutar contra os rastreadores habitualmente cai fora das competências de uma VPN, e é aí que entra em ação a Threat Protection. A Threat Protection melhora a experiência de privacidade na internet na sua totalidade ao bloquear completamente os rastreadores. Permite também monitorizar e gerir todos os rastreadores bloqueados em tempo real.

Sites nocivos. Usar a Threat Protection enquanto navegas na internet vai também manter-te longe de sites mal-intencionados, com um prompt de aviso a ser exibido antes de carregar a página. Isto permite-te sair, em vez de continuar num site nocivo e ser alvo de phishing ou teres os teus dados recolhidos.

Ficheiros infetados. Além disso, quando descarregas um ficheiro da internet, a Threat Protection pode ser a tua primeira linha de defesa. Ela irá fazer scan à procura de malware e, se nenhuma ameaça for detectada, o ficheiro será marcado como seguro sem quaisquer interrupções. Mas se for encontrado malware, o ficheiro será apagado antes que possa causar qualquer dano. Poderás também aceder a um registo dos ficheiros analisados, disponível para consulta a qualquer momento.

“A Threat Protection pega no que antes era a tarefa do software antivírus e funde-a com a NordVPN,” indica Vykintas Maknickas, Estratega de Produto na NordVPN. “Independentemente de há quanto tempo usamos a internet, podemos acabar por ser uma vítima de algum tipo de site ou download nocivo. Foi exatamente por isso que surgiu a Threat Protection — para adicionar uma camada de segurança que torne a sua navegação online mais segura, limpa e privada.”

Para utilizar a Threat Protection, os utilizadores devem atualizar para a versão mais recente do OpenVPN da aplicação NordVPN no site oficial. Uma vez ativada, a funcionalidade protegerá os utilizadores sem que eles precisem se ligar a um servidor VPN. A Threat Protection está apenas disponível para utilizadores de macOS, embora esteja prevista a implementação para Windows ainda este ano.

A NordVPN faz parte da Nord Security. A Nord Security está a caminhar de forma confiante com o objetivo de se tornar uma solução completa de segurança cibernética. Além da NordVPN, a empresa de cibersegurança oferece outros três produtos líderes de mercado: NordPass, um gestor de passwords de última geração; NordLocker, uma ferramenta de armazenamento em nuvem criptografada; e a NordLayer, uma solução avançada de segurança de acesso à rede.

Artigo redigido pela NordVPN

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo