Novo Mac Pro com Apple Silicon deverá desiludir num aspeto...

O muito esperado novo Mac Pro deverá mudar muito por dentro, mas por fora o cenário não será o mesmo...
Escrito por Pedro Alves e
2 mins de leitura
Novo Mac Pro com Apple Silicon deverá desiludir num aspeto...
Publicidade
Publicidade

O Mac Pro atual chegou ao mercado em 2019, e não sofreu qualquer tipo de alteração desde então. Logo no ano seguinte à sua apresentação, a Apple começou a lançar computadores com chips Apple Silicon, dando início a uma transição que, segundo palavras da própria, estaria concluída no prazo de dois anos. Ora, sabemos agora que esse prazo falhou, e um dos responsáveis por isso pode muito bem ser aquele que é o produto mais caro vendido pela empresa da maçã, que é precisamente o Mac Pro.

Destinado a um público bastante específico, como a sua ficha técnica e etiqueta de preço bem o demonstram, o Mac Pro é o único Mac que, aos dias de hoje, vê a sua gama ainda totalmente baseada em chips Intel. A transição para Apple Silicon desta fabulosa estação de trabalho estará mais ou menos iminente, mas apesar disso ser uma boa notícia por si só, há certas particularidades que irão desiludir muitos potenciais clientes...

Side view of Apple Mac Pro 2019 with Big Apple Logo

Segundo Mark Gurman, o próximo Mac Pro vai contar com o mesmo design da geração atual. Apesar da Apple ser conhecida por conservar a identidade visual dos seus produtos durante vários anos, é inegável que o Mac Pro, como derradeira máquina a transitar para Apple Silicon, merecia um pouco mais de atenção neste aspeto... Mas tal não deverá acontecer.

Esta decisão acaba por fazer pouco sentido, pois o Mac Pro é como é muito devido à sua capacidade de expansão, o que nos leva à segunda má notícia: não será possível aumentar a memória RAM da próxima geração deste computador... Como a memória unificada é uma característica chave dos chips Apple Silicon, a quantidade que for selecionada na altura da compra é aquela com que a máquna se irá manter durante toda a sua vida útil. Apesar disso, Gurman refere que tanto espaço livre no chassi do Mac Pro poderá servir para albergar placas de expansão de armazenamento, gráficas ou de rede. A ser verdade, este será o primeiro Mac com Apple Silicon a poder ser, ainda que até certo ponto, expansível; e isto é algo que todos iriam elogiar.

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo