O que faltou à Apple apresentar no evento California Streaming?

O que faltou à Apple apresentar no evento California Streaming?

Estão quase nas lojas os suspeitos do costume nesta altura do ano. Mas poderiam ser mais umas quantas coisitas.

Gonçalo Antunes de Oliveira
∙ 4 minutos de leitura

O evento California Streaming foi o terceiro da Apple em 2021 e trouxe as novidades que já esperavamos da gigante de Cupertino.

Por muito que todos gostássemos, a pandemia não acabou. E desengane-se quem pensa que irá desaparecer. Endemia é o termo. Teremos que viver com isso para o resto das nossas vidas. Ter todas as precauções, mesmo quando afirmam que a sociedade foi "libertada".

Com toda a atenção e cuidado, a Apple manteve a apresentação dos seus novos lançamentos num modo não presencial. E portanto, como seria de esperar, preparou-nos um excelente arranjo baseado na alterância entre a descrição dos novos produtos e a sua aplicabilidade direta na vida quotidiana.

Porém, sentimos falta de algumas coisas que gostaríamos de ter visto a ser anunciadas neste evento.

MacBook Pro MX1

Embora não existam ainda detalhes significativos, a próxima iteração destes poderosos laptops deverá surgir nas versões de 14'' e 16'', equipados com um ecrã mini-led e com a próxima geração dos processadores "da casa", o MX1, supostamente com 12 núcleos.

Espera-se uma homogeneização do design, orientada para a prevalecente tendência de substituição dos formatos curvilíeneos pelas formas angulares, mas logo se verá. Independentemente dos motivos que a Apple tenha tido, o Apple Watch 7 surpreendeu pela ausência de alterações no tamanho e no design (mais valia terem-no chamado Apple Watch 6s).

A ideia de 14'' e de 16'' assenta-se no resultado de redução da moldura do ecrã, tal como aconteceu com o novo Apple Watch. Mantém-se o tamanho do chassi mas ganha-se espaço útil no ambiente de trabalho.

Aparentemente o retorno de uma porta para SD Cards, bem como o carregamento MagSafe serão uma realidade. Na verdade, não consigo compreender o seu desaparecimento. Sobre este último, até parece que a Apple teve um momento em que pensou "estamos tão à frente e já a ser imitados. Se calhar é melhor darmos um passo atrás". Não faz sentido, mas os erros corrigem-se. E todos os cometemos.

Normalmente esta linha musculada de laptops surge em Outubro ou Novembro. Teremos que esperar para ver.

iMac 32''

O passo natural. Mas não esperem por eles até ao ano que vem. Poderá ter o processador M1X, M2 ou mesmo M2X. Depende muito da altura escolhida para o seu lançamento. Com os MacBook Pro e os MacBook Air na calha para novas versões, assim se verificarão as potenciais evoluções dos processadores até chegarmos ao iMac.

De qualquer modo, esperam-se óbvias melhorias, desde logo a nível da câmara FaceTime, que poderá mesmo permitir o desbloqueio via Face ID. Espera-se que a Apple reconsidere e aumente o número de portas e que considere também o retorno de uma porta para SD Cards. Comenta-se a espessura não permite, mas com Apple tudo é possível.

Para este caso teremos mesmo que aguardar para ter mais notícias sobre as potenciais datas de lançamento, características. Seria bom, mas este evento constituiría um momento muito prematuro para lançar uma nova versão de um modelo que ainda nem aqueceu as nossas secretárias.

Mac Mini M1X

Na linha do que temos estado aqui a escrever, também este pequeno, já habituado às lides do novo SoC da Apple, poderia estar pronto para a sua próxima geração. Rezam os rumores que poderá vir a ter 10 núcleos, o dobro das portas, uma entrada MagSafe idêntica à do iMac e mesmo um novo design, uma vez que já há muito que não sofre alterações. Posto este último ponto, pergunto-me se será desta que poderemos vir a ter Mac Mini coloridos como os iMac?

Podem ver aqui uma ilustração criada por Ian Zelbo com base nos elementos avançados por Jon Prosser.

Mac Mini: grandes coisas vêm em embalagens pequenas
Mac Mini: grandes coisas vêm em embalagens pequenas

AirPods 3

Ora aqui está um produto que estranhamente não lançado no evento. Podia muito bem ter sido para dar preparar a rampa de lançamento para geração seguinte da linha Pro.

Pelo que sabemos, os novos AirPods 3 terão hastes bem mais pequenas. Continuarão a ter extraodinários sensores óticos, sensores de movimento e acelerómetro de voz. No fundo, aquilo a que estamos habituados, mas melhor ainda! Serão AirPods mais inteligentes, mais leves e de facto mais bonitos.

Em termos de autonomia, os novos modelos oferecerão mais tempo do que os seus predecessores. O estojo de carregamento poderá verificar um aumento na bateria de cerca de 20% quando comparado com a segunda geração.

A caixa de carregamento apresentará diferente, adequado própria alteração de design nos auriculares e também por conta do eventual aumento na capacidade da bateria do estojo. Poderemos também estar perante a introdução de cores, tal como o conceito proposto por Mayur Gadhiya.

Bom, mas ainda assim o evento da Apple deu-nos um fartote de novidades! Bom, quer dizer... não foram bem novidades porque com o acompanhamento do iFeed (a nível de rumores) já sabias quase tudo - pelo menos assim esperamos. A questão que agora permanece é: o que vais comprar? Deixa-nos a tua resposta nos comentários!

A tua subscrição no iFeed foi efetuada com sucesso.
Bem-vindo de volta! Iniciaste sessão com sucesso.
Perfeito! O teu registo foi concluído com sucesso.
O teu link expirou
Parabéns! Verifica o teu e-mail e utiliza o link para iniciar sessão.