• Home
  • Notícias
  • Portugal é um dos países com maior preço por GB em dados móveis
Portugal é um dos países com maior preço por GB em dados móveis
Pedro Alves

Portugal é um dos países com maior preço por GB em dados móveis

A situação económica mundial não é atualmente a mais famosa... Portugal, em específico, não se livra das consequências da conjuntura que se vive nos dias de hoje, contudo não é por isso que as faturas para os consumidores têm descido... Muito pelo contrário...

A estatística que damos hoje a conhecer não é novidade para os consumidores mais atentos, porém vai apanhar outros tantos de surpresa. Infelizmente, no nosso pequeno território, o preço por GB dos dados móveis é um dos mais altos do mundo...

Este cenário é-nos exposto pela conta do twitter World of Statistics através desta publicação dedicada. Conforme se pode verificar, o preço por GB em terras lusitanas é de $3,67... Como termo de comparação, peguemos na nação mais próxima de nós, que é Espanha. Aqui ao lado, o valor em questão desce significativamente para apenas $0,60... O mais caricato é que o nosso salário mínimo se cifra nos 760€, enquanto o dos nuestros hermanos é bem mais simpático: 1080€...

Este cenário, de países com melhores condições de vida pagarem valores mais simpáticos que nações, supostamente, menos poderosas, repete-se também com a França, Austrália, Reino Unido e Arábia Saudita, apenas para citar alguns exemplos. Na verdade, uma consulta rápida a lista em questão permite observar que praticamente todos os países cujo valor por GB supera o de Portugal são países, em teoria, com um nível de vida superior ao nosso...

Os extremos são igualmente interessantes de se analisarem. Enquanto Israel figura como o local onde cada GB de dados móveis é mais barato, custando apenas $0,04, as Ilhas Malvinas ocupam a cauda do pelotão: $38,45 é o montante a desembolsar por meia dúzia de acessos à internet (que é o que atualmente 1 GB permite fazer...).

Há preços nesta lista que são difíceis de justificar, tendo em conta não só a proximidade geográfica como a presença dos mesmos operadores em ambos os territórios... Por muito que se pensem em motivos válidos para isto, os mesmos tardam em aparecer... Cabe aos governos olharem para os dados públicos que estão em cima da mesa de forma a moldar a situação à imagem de cada território, mas para isso acontecer é preciso que haja vontade...

Pedro Alves profile image Pedro Alves
Publicado a
Notícias