Já há bastante tempo que eu ansiava um conjunto destes: iPad + capa teclado com trackpad. A Apple demorou a fazer-me a vontade… Mas valeu a pena a espera!

Ainda antes de ir ao meu contentamento com este conjunto e à review propriamente dita, é preciso voltar uns meses atrás, a junho do ano passado, mais concretamente. Foi na WWDC 2019 que a Apple apresentou aquela que viria a ser uma das maiores atualizações de software para iPad alguma vez apresentadas. Isto porque, o sistema operativo passava a ter um nome próprio de iPadOS, e, porque trouxe muitas funcionalidades associadas à experiência de desktop que temos no Mac. Nomeadamente a nível do browser e gestão de ficheiros. Tal como uma funcionalidade bem escondida no menu de acessibilidade, que dava já a entender que no futuro poderíamos ter o que viemos a ter poucos meses depois. Suporte nativo a ratos/trackpads no sistema operativo.

E era por isto que eu esperava há anos!!! O suporte da forma que ansiava só foi anunciado agora em março, quando a Apple revelou o iPad Pro 2020, em conjunto com Magic Keyboard, que nada mais é que uma capa teclado com trackpad embutido. Isto num lançamento da Microsoft seria apenas mais um factor irrelevante a ter conta. No contexto do iPad e da Apple não. É um volte-face interessante naquilo que é a ideologia da marca e aquilo que ela tinha definido como principal meio de interação com o dispositivo, que no seu caso seria apenas o touch input.

Sabemos que a Apple com o Mac tem sido teimosa, ao não querer suportar dois ou mais meios de interação. Ela acha pouco intuitivo mexer com o dedo no ecrã do Mac, ou com uma caneta no ecrã, não só por causa da posição do braço mas essencialmente por causa da interface não estar preparada para o Touch. E até se entende isso.

No iPad, e voltando ao conjunto iPad + Magic Keyboard, muita gente me tem perguntado através das nossas redes sociais se vale ou não a pena a compra e o gastar mais de 300€ numa capa. Eu sei que o conjunto é caro e que gastar quase o valor de um Mac no iPad com o teclado  talvez não faça muito sentido, contudo, honestamente vejo um grandioso futuro na plataforma e no form factor do device com o teclado. Diria até que a Apple pode vir a inspirar-se no conjunto para criar uma nova geração de Macs ultra portáteis.

Pode ainda surgir outra questão, que é: Será o iPad agora com o Magic Keyboard um bom computador? Na minha opinião, e sempre fui dizendo isto a quem me acompanha de outros carnavais, sim! Dependendo das tarefas que fazes num computador é claro, mas para um uso de processamento de texto, navegação na internet, redes sociais, enfim, uma edição básica de vídeo ou fotografia, chega e sobra. Agora é óbvio, para algo mais complexo sem dúvida que o Mac será uma melhor opção.

Em suma, o Magic Keyboard vem elevar a experiência do iPad para o nível de um computador, porém não esperes que isso resolva os milagres de software que ainda têm de ser resolvidos. Por exemplo, a implementação de um sistema de janelas como no Mac (quando está com o acessório acoplado). Também poderia falar na chegada do Final Cut Pro X ou do Xcode ao iPadOS, mas pode ser que esteja mais próxima do que se pensa… Para já um Mac é um Mac e um iPad é um iPad. Por mais estilo de computador que o iPad tenha agora com o Magic Keyboard.