Sabe o que a Apple lucra ao não incluir acessórios na caixa dos iPhones. Uma fortuna!

A gigante de Cupertino deixou de incluir o adaptador de tomada e os EarPods há quase dois anos, a partir do lançamento da série iPhone 12.
Escrito por António Guimarães e
1 min de leitura
Sabe o que a Apple lucra ao não incluir acessórios na caixa dos iPhones. Uma fortuna!
Photo by Math / Unsplash
Publicidade
Publicidade

Ben Wood, analista de Tecnologia na CCS Insight, debruçou-se na estimativa dos lucros da Apple desde que deixou de incluir acessórios na compra de iPhones. São mais de 6 mil milhões de dólares(!!!) ganhos pela empresa de Cupertino ao não incluir o adaptador de tomada e os EarPods.

Este número astronómico inclui os ganhos pela remoção dos acessórios e ainda pela redução nos custos dos envios dos equipamentos, devido à redução de tamanho das suas caixas.

Adicionalmente, Wood afirma que a venda de acessórios à parte rendeu à Apple cerca de 293 milhões de dólares. Isto considerando que cada adaptador de tomada e par de EarPods vende-se por 19$ cada (20€ em média na maioria dos retalhistas portugueses).

Uma decisão ambiental, que trouxe lucro massivo

Lisa Jackson, Vice-Presidente do Meio Ambiente, Políticas e Iniciativas Sociais da Apple.

Na apresentação em que explicava o porquê da remoção dos acessórios, a Apple comunicou que pretende reduzir ainda mais a sua pegada ecológica no planeta, e reduzir os desperdícios é um passo importante. Até 2030, a empresa de Cupertino pretende tornar-se neutra, no que toca às emissões de carbono.

Ao continuar a enviar mais novos equipamentos com novos acessórios incluídos, tendo os utilizadores vários em casa dos equipamentos que foram comprando ao longo dos anos, como argumenta a Apple não ia ajudar.

A realidade é que desde que começaram a remover os acessórios da caixa dos iPhones e mesmo do Apple Watch a Apple já conseguiu eliminar 2 milhões de toneladas métricas de emissões de carbono. O lucro obtido, é um bónus. Bónus massivo...

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo