É inevitável não concordar que a melhor câmara é a que temos connosco! Então se essa câmara for a do smartphone, que cabe dentro do nosso bolso, mais difícil fica contradizer tal facto. No entanto, temos de admitir que é saboroso ouvir o mecânismo de captura de uma DSLR ou Mirrorless.

Não negando toda a capacidade fotográfica de um smartphone e todo o seu poder computacional que coloca numa fotografia, caso queiramos algo mais profissional ou com melhor qualidade é inevitável não usar uma câmara fotográfica tradicional como, por exemplo, a Sony a6600 + 18mm-135mm f/3.5-5.6.

Tivemos oportunidade de testar durante mais de um mês esta máquina, aliás, foi com ela que fizemos grande parte do nosso banco de imagens para artigos e outros conteúdos do iFeed. Por isso, parte daqui o nosso agradecimento à Sony Portugal por este empréstimo alongado.  

Falando um pouco mais da Sony a6600, ao toque, notamos um corpo premium, em comparação com a a6100. Contém um sensor APS-C de 24.2 MP e estabilização no sensor, uma característica exclusiva desta a6600.

O sensor será uma grande ajuda tanto na fotografia como no vídeo, pois a série Alpha sempre foi conhecida por ter vídeo de qualidade. A a6600 não é excepção, aliás, muitos trabalhos profissionais são feitos com esta pequena e poderosa Mirrorless. Claro que tem algumas limitações, especialmente em ambientes mais escuros mas para 90% dos casos é mais que suficiente. Apenas estamos limitados pela nossa criatividade.

Mas vamos ao que interessa, onde vos deixo algumas imagens para compararem o iPhone 11 Pro Max e a Sony a6600. Vai ser um teste cego, sendo que a respectiva resposta sairá daqui a 1 semana. Sem edição, directamente das câmaras e em modo automático. Vai buscar o papel e caneta e aponta as tuas apostas.

A questão fica no ar e esperamos pela tua resposta nos comentários: Quais as fotos que foram tiradas com a Sony a6600? As fotos da esquerda ou as fotos da direita?

Não percas a resposta a esta pergunta na parte 2 deste artigo.