Touch ID no ecrã, iPhone dobrável, Face ID no Mac e mais

Touch ID no ecrã, iPhone dobrável, Face ID no Mac e mais

Em plena silly season no que toca a lançamentos de produtos Apple, é tempo de rumores, e estes são transversais aos mais variados produtos.

Nuno Rocha
∙ 5 minutos de leitura

Como habitual, os primeiros meses do ano para os lados de Cupertino não trazem anúncios de novos produtos.

Por agora estarão a ultimar-se os lançamentos que possivelmente acontecerão em março, bem como em marcha devem estar certamente os novos sistemas operativos e restantes produtos tradicionalmente apresentados mais para o final do ano.

Assim, neste hiato, o destaque vai sempre para os rumores, que devem assumir sempre alguma importância, tendo em conta também a habitual fiabilidade da fonte.

Os rumores que a seguir vos descrevo têm como base a Bloomberg, pela mão do jornalista especializado Mark Gurman.

iPhone e Touch ID podem vir a formar dupla novamente

Desde que, em 2017, o iPhone X adotou o Face ID, este tem sido o meio de identificação biométrico preferido da Apple para os seus produtos topo gama.

O Touch ID apenas resistiu nos iPads de gama mais baixa, iPhone SE 2020, nos portáteis MacBook e recentemente incorporado no botão Power do iPad Air 2020.

Quando se pensava que o caminho seria colocar o Face ID em mais produtos, eis que a pandemia que assola o mundo veio trocar as voltas aos engenheiros da Apple. Com o uso absolutamente necessário da máscara, o Face ID tornou-se um incómodo para os utilizadores.

Deste modo, trocadas as prioridades, os engenheiros da Apple estarão pressionados a ter uma alternativa real ao Face ID.

O próximo iPhone a ser anunciado no outono de 2021 não deverá trazer grandes novidades em relação ao iPhone 12, inclusivamente, tem-se falado na possibilidade de o próximo modelo ser um iPhone 12S o que representaria melhorias básicas, tal como aconteceu em alguns modelos no passado com o "S".

Tendo isso em linha de conta, a integração do Touch ID debaixo do ecrã poderia ser uma das maiores novidades. Este sistema tem vindo a ser utilizado por diversas marcas com sucesso, apesar de não ser um processo muito rápido, tem-se revelado suficientemente eficaz.

Há já alguns meses o analista Ming-Chi Kuo avançou com a possibilidade de termos Touch ID debaixo do ecrã e, agora, também a Bloomberg corrobora esta mesma novidade.

Seria uma boa adição, embora persistam dúvidas. Será que o Touch ID debaixo do ecrã vai conviver com o Face ID no mesmo dispositivo, como referiu Kuo? E, estará disponível em todos os modelos do suposto iPhone 12S? Ou apenas nos modelos Pro? E os modelos não Pro, terão o Touch ID no botão Power como o iPad Air 2020?

Imagens Cult Of Mac

Demasiadas questões ficam no ar, mas os próximos meses serão com toda a certeza esclarecedores e, aqui no iFeed, vais saber tudo em primeira mão.

iPhone dobrável em testes

Mais uma vez Mark Gurman, da Bloomberg, avança que há protótipos de equipamentos com ecrã dobrável em fase de testes na Apple.

Embora há alguns meses rumores tenham apontado o ano de 2022, como o ano do lançamento do iPhone dobrável, a verdade é que Gurman afirma não haver ainda uma data prevista.

Os protótipos em questão não passam disso mesmo, e poderão ter como destino uma qualquer prateleira algures no Apple Park, junto de outros tantos protótipos que nunca vingaram.

Todos sabemos do cuidado e rigor que a Apple impõe aos seus produtos, que tem levado mesmo a alguns dissabores - sim estou a falar do AirPower.

A verdade é que, da febre inicial dos dobráveis, verdadeiramente, só a Samsung e de alguma forma também a Motorola têm seguido este caminho com mais afinco.

Pessoalmente, acho que a entrada da Apple neste segmento será determinante para o sucesso dos smartphones dobráveis.

Imagem #iOS beta news

Vamos agora aos Macs mas ainda a falar do Face ID

O Face ID nos Macs tem sido um tema recorrente nas solicitações dos utilizadores, principalmente dos que fazem do iMac o seu instrumento de trabalho ou lazer.

Se nos MacBooks há a presença do Touch ID que funciona de forma brilhante, também era justo que o iMac tivesse uma autenticação biométrica. Como o Touch ID não é uma solução viável, fala-se que o Face ID será.

Com o novo design do iMac a ser esperado para o final de 2021, havia a esperança que este integrasse o Face ID como uma das suas características.

Segundo a Bloomberg, o novo estilo do iMac será uma realidade, num desenho aproximado ao que hoje conhecemos no Pro Display XDR. Contudo, ainda segundo a mesma agência noticiosa, o Face ID deverá chegar ao iMac mas não num futuro próximo. Ou seja, pelo menos este ano no suposto lançamento do iMac redesenhado, ainda não haverá a inclusão do sistema de reconhecimento facial da Apple.

MacBooks com 5G

Diversos fatores condicionam a integração de um modem 5G nos MacBooks, mas os principais serão, com toda a certeza, fatores económicos. Todos os componentes relacionados com o 5G estão ainda com valores relativamente altos, bem como, os custos de adaptação dos processadores e restantes constituintes de um MacBook.

Para colmatar esta necessidade a Apple tem agilizado o macOS para facilmente se conectar com o iPhone do utilizador e aceder à rede móvel. Tudo isto sem haver a necessidade de tocar sequer no iPhone para que tal suceda.

A Bloomberg, mais uma vez, refere que estará planeada a integração de um modem 5G nos MacBooks, mas não será para breve.

Se era para ti uma necessidade, vais ter que respirar fundo e aguardar mais alguns tempos, quero dizer possivelmente alguns anos.

MacBook Air topo de gama também na calha

O MacBook Air, apesar de diversas alterações de componentes, mantém o seu design de 2018. Ainda em novembro passado viu ser integrado o novo processador Apple M1 com arquitetura ARM, que se tem revelado um sucesso de desempenho.

Segundo a Bloomberg, os atuais modelos deverão ser mantido no alinhamento oficial como os MacBooks mais acessíveis da gama. Porém, estará para breve o lançamento de um novo MacBook Air alegadamente mais fino e mais leve.

Embora tivesse sido cogitada a possibilidade de produzir um MacBook Air com 15 polegadas, esta ideia parece, para já, ter sido posta de parte.

Assim, o plano será manter as 13 polegadas de diagonal, embora num corpo mais pequeno, isto obviamente conseguido à custa da redução das margens do ecrã.

Este novo MacBook Air deverá vir equipado com tecnologia de carregamento MagSafe, processador do tipo do atual M1, mas de superior performance e, ainda, duas portas USB 4.

Clean workspace, Apple hardware.
Photo by Julian Steenbergen / Unsplash

A publicação americana refere que o período entre a segunda metade de 2021 e os primeiros meses de 2022 serão a janela de lançamento deste novo MacBook Air topo de gama.

Mais uma vez, este tema foi também há algumas semanas abordado pelo reputado Ming-Chi Kuo, referindo que em 2022 veríamos um MacBook Air redesenhado. O analista taiwanês avançou mesmo que este computador deverá integrar um ecrã com tecnologia mini-LED.

A cantiga dos rumores

Como sempre, convém salientar que estas informações são rumores, logo devem ser encarados com algumas reservas. Todavia, para registo, as fontes citadas são fidedignas e têm uma boa cota de rumores que posteriormente se confirmam em absoluto.