Android vs. iOS: Qual o software mais seguro?

Uma comparação de segurança da NordVPN.
Escrito por Redação iFeed e
8 mins de leitura
Android vs. iOS: Qual o software mais seguro?
Publicidade
Publicidade

Android vs iOS: colocámos os dois sistemas operativos num frente a frente para descobrir qual é mais seguro e porquê. Os dois fazem parte do nosso quotidiano, mas todo o cuidado é pouco porque os hackers e os cibercriminosos também são parte integrante deste dia a dia.

Segurança no mercado de aplicações

Vencedor: iPhone

Todas as aplicações na App Store são inspecionadas de perto, o que pode reduzir o número de apps disponíveis, mas ajuda a reduzir apps com malware e problemas de segurança.

O mercado aberto da Google Play Store no Android tem muitas mais aplicações para escolher do que na App Store da Apple, mas há uma chance muito maior de que os hackers possam entrar na plataforma para distribuir malware por meio de aplicações maliciosas.

Em várias ocasiões, foi descoberto que aplicações altamente classificadas com centenas de milhares de downloads da Google Play Store continham malware Android.

Os utilizadores do Android também podem alterar as suas configurações para permitir aplicações de fora da Google Play Store. Isso fornece uma seleção ainda maior de apps, mas abre aos utilizadores um risco ainda maior de descarregar um ficheiro malicioso. A App Store segura da Apple ganha confortavelmente nesta frente.

Como nota final, certifica-te de evitar lojas de apps de terceiros; embora a Play Store e a App Store tenham as suas falhas, ambas são muito mais seguras do que os muitos mercados de aplicações não oficiais em outros lugares online.

Fabricantes de dispositivos

Vencedor: iPhone

O design integrado dos dispositivos da Apple torna as vulnerabilidades de segurança menos frequentes e mais difíceis de encontrar.

Os dispositivos móveis da Apple e os seus sistemas operativos são inseparáveis, dando-lhes muito mais controlo sobre como trabalham juntos. Embora os recursos do dispositivo iOS sejam mais restritos do que um dispositivo Android, o design integrado do iPhone torna as vulnerabilidades de segurança muito menos frequentes e mais difíceis de encontrar.

A natureza aberta do Android significa que ele pode ser instalado em uma ampla gama de dispositivos. Dependendo do fabricante e do modelo, isso pode ser uma coisa boa ou má. Alguns dispositivos móveis integram-se perfeitamente ao Android, enquanto outros deixam vulnerabilidades de segurança significativas.

A segurança baseada em todos os dispositivos Android também varia - alguns oferecem scanners de retina e impressão digital, enquanto outros estão limitados a senhas e padrões.

Atualizações para corrigir vulnerabilidades

Vencedor: iPhone

As atualizações da Apple são mais fáceis de controlar em todos os dispositivos, prometendo segurança consistente.

As atualizações de software Android e iOS e as atualizações de segurança são algumas das principais maneiras pelas quais a Apple e a Google podem manter os seus dispositivos seguros. Como a Apple controla estritamente os dispositivos no seu ecossistema, as atualizações são mais fáceis de criar e distribuir. Isso também significa que a Apple geralmente pode manter os dispositivos iOS atualizados por mais tempo, geralmente retirando o suporte oficial após 5 anos.

O número de dispositivos Android que a Google tem que servir torna praticamente impossível manter todos eles atualizados para o mesmo nível de segurança e pela mesma quantidade de tempo e frequência.

Também torna mais difícil implementar essas atualizações, pois elas precisam ser distribuídas em vários fabricantes e dispositivos. As atualizações saem com menos frequência e os dispositivos móveis são suportados por menos tempo.

Suporte a aplicações de segurança de terceiros

Vencedor: iPhone e Android

Estes dois sistemas operativos suportam uma ampla gama de aplicações de segurança, incluindo VPNs.

Por muito úteis que os recursos de segurança integrados de um dispositivo possam ser, também é importante poder integrar serviços de terceiros, como software antivírus e apps de VPN, ao sistema operativo.

Felizmente, os smartphones iPhone e Android suportam aplicações de segurança mais populares e úteis, incluindo a NordVPN. Com a aplicação NordVPN instalada no dispositivo, poderás proteger o teu iPhone ou Android contra hackers, Wi-Fi snoopers e corretores de dados.

Segurança do código-fonte do sistema operativo

Vencedor: iPhone e Android

A Apple protege de perto o seu código-fonte, enquanto o Android aproveita ao máximo o seu sistema operativo de código aberto.

O código-fonte fechado da Apple torna mais difícil para os hackers encontrarem falhas de segurança. Embora a natureza de código aberto do Android possa significar exatamente o oposto disso, também o torna mais facilmente acessível a uma ampla variedade de desenvolvedores de aplicações, e a Google está lentamente a começar a usar esse recurso a seu favor.

Além da sua própria pesquisa de segurança, a Google aumentou as recompensas que está disposta a pagar a pesquisadores de segurança independentes por relatar novas vulnerabilidades do Android.

Popularidade

Vencedor: iPhone

Menos utilizadores significam menos alvos e menos motivação para os hackers desenvolverem malware para o iPhone.

O menor número de alvos no iOS, bem como a sua maior segurança, tornam o iPhone um alvo um pouco menos atraente para hackers. Como o smartphone mais usado no mundo, a popularidade do Android tornou-se a sua fraqueza; mais utilizadores significa mais alvos para hackers e mais razões para desenvolver malware para Android (o mesmo vale para o sistema operativo Windows da Microsoft).

Há um lado positivo para os utilizadores de Android. A popularidade do Android e o mercado aberto significam que há uma gama muito maior de apps de segurança disponíveis. A segurança do sistema operativo Android pode variar, mas com as apps certas, podes levá-lo ao mesmo nível de segurança que o iOS ou até mais.

Android vs iPhone

Android vs. iOS: O nível de ameaça

O nível de ameaça depende de coisas que estão fora do teu controlo, como lançamentos de atualizações inconsistentes, bem como a facilidade e a taxa em que  os exploits podem ser desenvolvidos por hackers.

1. O Android torna mais fácil para os hackers desenvolverem exploits, aumentando o nível de ameaça.

O sistema operativo de desenvolvimento fechado da Apple torna mais desafiador para os hackers obterem acesso para desenvolver exploits. O Android é o oposto. Qualquer pessoa (incluindo hackers) pode visualizar o seu código-fonte para desenvolver exploits. Como o smartphone mais usado no mundo, pode dizer-se que os telefones Android geralmente são mais suscetíveis a falhas de segurança.

2. Os lançamentos de atualizações inconsistentes do Android podem significar que há mais bugs em circulação.

O Android e o iPhone recebem várias atualizações por ano, incluindo patches de segurança para corrigir falhas de segurança perigosas. As atualizações do Android dependem do hardware, do fabricante do seu telefone e do suporte para o seu telefone atual. Também é mais fácil adiar as atualizações, ao contrário do sistema de atualização mais rigoroso da Apple.

É mais fácil hackear um iPhone ou Android?

A probabilidade do teu telefone ser hackeado parcialmente depende de como usas o dispositivo e quais as precauções de segurança que tomas. No final do dia, tanto os sistemas Android quanto o iPhone podem ser hackeados.

A segurança do iOS concentra-se mais na proteção baseada em software, enquanto o Android usa uma mistura de proteção baseada em software e hardware.

Em última análise, um dispositivo só é seguro até um ponto, a menos que tomes as tuas próprias precauções. Para melhorares a segurança no iOS ou Android, podes usar a app da NordVPN para criptografares os teus dados e proteger o teu smartphone online.

Integração de hardware

Antes de escolheres um sistema operativo, também deves considerar a integração de hardware. Não incluímos este na lista de comparação porque é realmente muito dependente do contexto para determinar um vencedor claro.

O hardware de todos os dispositivos alimentados pelo iOS terá o mesmo nível de segurança, já que todos eles estão a ser produzidos por uma empresa. O Android, por outro lado, usa hardware de uma ampla gama de fabricantes diferentes, por isso é mais difícil fazer uma avaliação sobre esse assunto.

Alguns fabricantes de dispositivos Android, como a Samsung, têm recursos de segurança adicionais embutidos no seu hardware, enquanto outros não. Isso não é culpa do Android, mas sim um sintoma de quão diversificados os dispositivos Android são. Em suma, nenhum dos sistemas operativos pode reivindicar uma integração de hardware objetivamente melhor para fins de segurança, mas o sistema da Apple é mais consistente, pois eles são os únicos desenvolvedores do iOS. Se estiveres a usar o Android, deves pesquisar o hardware específico no qual estará a executar o sistema operativo.

O que a segurança do iOS e do Android têm em comum?

Tanto o iOS quanto o Android têm recursos integrados semelhantes, incluindo sandboxes virtuais que limitam os danos que as apps de malware podem causar. A criptografia da unidade do iOS vem ativa por padrão, enquanto os utilizadores do Android devem ativar esse recurso.

Ambos os sistemas operativos suportam totalmente a criptografia VPN, o que é especialmente importante para dispositivos móveis (a NordVPN fornece segurança topo de gama para dispositivos iOS e Android).

Segurança iOS vs Android: O vencedor é...

Então, qual é mais seguro: Android ou iOS? Estudos mostram que o malware móvel tem como alvo o Android muito mais do que o iOS, então por esse motivo, e todos os outros declarados neste artigo, o iOS é mais seguro. Embora possas remover malware do Android e iPhone, o melhor é evitar sempre.

Apesar da Google já ter dito que está a investir fortemente na segurança e privacidade dos seus utilizadoes Android, até vermos essas mudanças confirmadas no mundo real, no entanto, teremos que entregar o troféu ao iOS. Em 2022, o iOS ainda é o melhor sistema operativo quando se trata de segurança nos smartphones. Mas isso não significa que não possa ser melhorado.

Com a Google quente nos calcanhares, a Apple não tem dormido ao volante. As atualizações recentes do iOS incluíram muitas melhorias de segurança. Por exemplo, ser capaz de limitar o rastreamento de aplicações e a coleta intrusiva de dados são dois dos pontos positivos.

Confere este vídeo sobre a segurança do iOS vs. Android:

Como manteres-te seguro no Android e iOS

  • Descarrega apenas aplicações das lojas oficiais. Tenta não descarregar aplicações de sites de terceiros, pois nunca sabes se elas são legítimas e seguras.
  • Usa passwords fortes. Uma password forte deve conter letras minúsculas e maiúsculas, juntamente com caracteres especiais e números. Certifica-te que crias passwords exclusivas para cada conta que tiveres.
  • Evita fazer login em aplicações usando o Facebook. Muitas aplicações e sites permitem que faças login nos seus serviços rapidamente usando o perfil do Facebook. No entanto, se o Facebook estiver comprometido, os hackers podem aceder facilmente todas as outras contas vinculadas a ele. Eles podem então roubar a tua identidade e lançar ataques de engenharia social contra os teus amigos e outros contactos.
  • Atualiza o software a tempo. As atualizações do iOS e Android corrigem bugs e adicionam novos recursos de segurança. É tentador adiar as atualizações para mais tarde, mas se fizeres isso, estás a colocar-te em risco.
  • Usa uma VPN. Uma rede privada virtual oculta o teu endereço IP e criptografa o teu tráfego, mitigando o risco de seres hackeado. Se costumas conectar-te ao Wi-Fi público, ter uma VPN no Android ou, se usares iPhone, uma VPN para iPhone é uma obrigação, pois cibercriminosos podem usar hotspots falsos para infectar o teu dispositivo com malware.

As aplicações NordVPN para iOS e Android vêm com o recurso Dark Web Monitor, que notifica os utilizadores se os seus dados pessoais foram disponibilizados na dark web. Com uma conta NordVPN, podes proteger até seis dispositivos diferentes: smartphones, portáteis, routers e muito mais.

A NordVPN também tem o recurso de Proteção contra Ameaças que te ajuda a identificar ficheiros com malware, impede que vás parar a sites maliciosos e bloqueia rastreadores e anúncios intrusivos no local.

Artigo redigido pela NordVPN

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo