Apple Pay: oito motivos para começares a usá-lo

O Apple Pay é uma das muitas funcionalidades incluídas nos dispositivos da Apple. Se ainda não usas, conhece oito motivos para começares a usá-lo.
Escrito por Samuel Pinto e
6 mins de leitura
Apple Pay: oito motivos para começares a usá-lo
Publicidade
Publicidade

O Apple Pay é o sistema de pagamentos contactless da Apple (NFC), que possibilita aos seus utilizadores efetuarem pagamentos através do iPhone, Apple Watch, iPad e Mac. A sua praticidade e simplicidade é de tal forma, que em 2021, mais de 502 milhões de utilizadores em todo o mundo já utilizavam o sistema de pagamentos contactless da marca. Se porventura tens um equipamento Apple, mas ainda não usas o Apple Pay, vem conhecer vários motivos para começares a usá-lo.

Tem todos os cartões bancários sempre contigo

Uma das várias vantagens de usares o Apple Pay é a possibilidade de armazenares todos os teus cartões de débito ou credito na aplicação Carteira. Dessa forma não é necessário tirares os cartões físicos do bolso para fazer um pagamento. Ao invés disso, podes efetuar os pagamentos diretamente com o iPhone.

Isso pode revelar-se prático nas mais variadas situações do dia a dia, como por exemplo, ao dar uma caminhada, fazer uma corrida, tomar uma bebida ou um café. Nesse sentido, podes sair de casa mais leve sem necessidade da carteira a pesar-te nos bolsos e fazeres um pagamento usando o Apple Pay com o iPhone ou somente o Apple Watch.

Os dados dos cartões estão sempre seguros

É expectável que muitos utilizadores Apple tenham algumas questões sobre a segurança do Apple Pay. Se és cético em relação a isso, não te preocupes! Efetivamente, o Apple Pay é seguro. Em primeiro lugar, cada transação que faças usando o Apple Pay é autenticada através do Face ID ou do Touch ID, o que garante que somente tu é que estás a efetuar o pagamento e não outra pessoa. Ainda que outra pessoa tente pagar com o teu iPhone, tal não é possível pois sem a autenticação do rosto ou da impressão digital, ela não consegue gastar o teu dinheiro.

Em segundo lugar, o Apple Pay não exige a presença de nenhum tipo de cartão, débito ou crédito, o que reduz drasticamente o risco do número do teu cartão ser roubado ou copiado. Por fim, a Apple não usa nenhum número de cartão de crédito para fazer a compra, mas sim um número de conta do dispositivo específico criado pelo banco para concluir a transação. Dessa forma, o número de conta do dispositivo não pode ser decifrado pela Apple, pois é armazenado no Elemento seguro (um chip certificado pela norma da indústria, concebido para armazenar em segurança as informações de pagamentos) no dispositivo Apple.

No caso te roubarem ou de perderes o teu dispositivo Apple, podes desativar remotamente o Apple Pay através da funcionalidade Encontrar. Para tal, faz login com o teu ID Apple e ativa a opção Marcar como perdido.

Sem limite nas transações

Ao passo que os pagamentos contactless com recurso aos cartões de crédito ou débito físicos impõem algum limite de pagamento, o Apple Pay não impõe nenhum limite para o valor dos pagamentos que podes efetuar. Em Portugal o valor máximo por cada transação é de 50 euros e se ainda não tiver sido atingido o valor global de 150 euros por dia.

Com o Apple Pay, essas limitações desaparecem, logo não precisas de te preocupar com compras de valores elevados. No entanto, alguns comerciantes podem adicionar os seus próprios limites às transações, dependendo de questões legais ou de politicas internas da empresa.

Disponível em vários dispositivos Apple

O Apple Pay é mais usado no iPhone, em virtude de ser o equipamento que as pessoas mais usam, mas a funcionalidade estende-se aos outros membros da família Apple - como supracitado.

No caso de quereres deixar o iPhone em casa, também podes fazer pagamentos contactless usando o Apple Watch carregando duas vezes no botão lateral, selecionar o cartão pretendido e segurar o Apple Watch a poucos centímetros do leitor de cartões contactless, com o ecrã virado para o leitor. No Mac e no iPad podes utilizar o Apple Pay em transações online.

Sem preocupações com códigos ou PIN

Uma das preocupações que muitas pessoas têm, é lembrarem-se do PIN de todos os cartões que possuem. Para quem tem muitos cartões, o risco de confundir ou esquecer-se dum PIN do cartão é grande, o que pode levar ao bloqueio do cartão em especifico pelo banco.

Como já mencionado, o Apple Pay recorre a um número de conta de dispositivo e Face ou Touch ID em vez do número normal do cartão para fazer a transação, o que facilita muito os pagamentos pois não terás a necessidade de introduzir o teu PIN sempre que quiseres efetuar um pagamento, independentemente do valor da transação. Com efeito, não precisas de te preocupar em inserires o PIN correto para cada pagamento.

Paga as tuas compras online com o Apple Pay

Algumas lojas online já integraram o Apple Pay nos seu sites, como por exemplo, a Apple Store Online, eBay, AliExpress, Banggood, etc. Algumas aplicações também aceitam pagamentos por Apple Pay. Nesse sentido, se estás a fazer compras através do Safari no Mac ou iPad, podes pagar as tuas compras online diretamente com o Apple Pay, ao invés de inserires todos os detalhes do teu cartão, como o número, data de validade, código de segurança, endereço, entre outros detalhes.

Isso é particularmente útil, pois dessa forma poupas muito tempo e esforço, além do processo de pagamentos online ser muito mais fácil. À semelhança dos pagamentos contactless com iPhone este tipo de pagamento efetuado a partir do Safari do Mac ou iPad também usa o número da conta do dispositivo, por isso, não tens que te preocupar com a segurança dos detalhes do teu cartão online.

Histórico de transações ao detalhe

Uma outra vantagem ao usares o Apple Pay é a possibilidade de visualizares o histórico de todas as transações mais recentes. Ao tocares numa transação, tens acesso não só ao montante gasto, como o nome da loja ou do comerciante, a data, a hora, o local e até a localização no mapa, onde efetuaste o pagamento. Isso é válido para os diferentes cartões que estejam na aplicação Carteira. Desse modo, é mais fácil acompanhares as tuas finanças, bem como calculares os teus gastos no fim do mês.

Prático, rápido e simples

A minha experiência pessoal enquanto utilizador do Apple Pay é efetivamente muito positiva, sendo prática, rápida e simples. Só o facto de não precisar de retirar nenhum cartão físico da carteira, já é um ponto positivo. Além disso, o processo de pagamento com o Apple Pay geralmente é mais rápido do que pagamentos contactless com o cartão físico e ainda muito mais rápido do que pagar com cartão e introduzir PIN.

Ao mesmo tempo, hoje em dia é muito difícil encontrar uma loja que não aceite pagamentos com o Apple Pay. A esmagadora maioria dos terminais de pagamento presentes nas lojas têm suporte aos pagamentos contactless. Mesmo que te esqueças da carteira ou dos cartões em casa, podes efetuar os pagamentos com o iPhone ou o Apple Watch.


Queres saber como configurar o Apple Pay nos teus dispositivos Apple? Ou se o teu banco suporta já o sistema de pagamentos da Apple? Sabe mais aqui:

Como configurar o Apple Pay no iPhone, Apple Watch e Mac
O Apple Pay já está disponível em Portugal há mais de dois anos mas ainda são poucos os que utilizam o serviço. Sabe como configurar e usar esta forma de pagamento!
Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo