Em mais um capítulo desta saga que ainda está para durar, a Apple terá determinado o dia 28 de agosto como limite do acesso às contas de desenvolvedor da Epic Games.

O que está em causa são todas as ferramentas e serviços necessários para que uma empresa de criação de software possa criar conteúdo para iOS e Mac.

Na missiva dirigida à Epic Games divulgada pelo 9to5Mac, a Apple esclarece os termos desta medida, que se prendem essencialmente com a violação das regras do Programa de Desenvolvedores da marca da Maçã.

“Depois de revisão posterior da atividade associada à vossa subscrição do Programa de Desenvolvedores da Apple, identificamos diversas violações dos termos e condições deste programa. Portanto, a vossa Conta do Programa de Desenvolvedor da Apple será terminada dentro de 14 dias se as violações detetadas não forem corrigidas”

No mesmo comunicado a gigante de Cupertino detalha quais as ferramentas e serviços associados ao Programa que a Epic Games perde acesso, que sucintamente é tudo o que lhe dá acesso a programação para o Universo Apple.

Escusado será dizer que não só o Fortnite será afetado, mas todos os jogos da Epic Games estão em causa, nas plataformas Apple, bem como o acesso antecipado a versões beta de novos sistemas operativos.

A Epic Games terá solicitado aos tribunais uma medida preventiva que impeça a Apple de retaliar com qualquer tipo de restrições. Em curso estão também os processos para tentar reverter a situação da remoção do Fortnite da App Store, e correspondente impedimento das respetivas atualizações, e claro o mais importante em que a Epic Games acusa a Apple de posição anti-competitiva, monopólio de mercado, entre muitos outros argumentos.

Relembramos que há dias a Epic Games, numa operação calculada ao pormenor decidiu desafiar das regras com uma grave violação dos termos e condições da App Store, conforme te informamos aqui.

Ainda muito longe do final de todo este imbróglio, mais uma vez friso que os principais prejudicados somos nós, os utilizadores.