iPad Pro M2 (2022) vs iPad Pro M1 (2021): quais as diferenças?

Conhece as diferenças entre o novo iPad Pro M2 e o modelo antecessor. Vale a pena o upgrade?
Escrito por Samuel Pinto e
13 mins de leitura
iPad Pro M2 (2022) vs iPad Pro M1 (2021): quais as diferenças?
Publicidade
Publicidade

Foi através de um comunicado de imprensa que a Apple deu a conhecer esta semana o novo iPad Pro M2, bem como o novo iPad "básico" (10ª geração) e ainda a nova Apple TV 4K. Os destaques destes lançamentos passam pela redução de preço da nova set-top box da Apple, a duplicação do seu armazenamento interno, bem como o iPad de 10ª geração e o seu design alinhado com a restante gama de iPads.

Não sei se és daqueles que já estão com os olhos postos no novo iPad de topo da Apple, a saber, o iPad Pro M2. Se sim, uma questão que eventualmente terás, é se vale a pena o upgrade do iPad Pro M1 modelo de 2021 para o iPad Pro M2 de 2022.

A atualização mais importante do iPad Pro M2 face ao modelo anterior, tem que ver com a mudança do SoC M1 para o M2, que proporciona um ligeiro aumento de desempenho, mas nada de absurdamente extraordinário. Ainda assim, com a atualização para o novo chip M2, parece que a Apple pouco melhorou nos novos modelos do iPad Pro de 11 polegadas e de 12,9 polegadas. Seja como for, conhece as diferenças entre os modelos M1 do ano passado e os modelos M2 de 2022, ainda que sejam poucas.

iPad Pro M2 (2022) vs iPad Pro M1 (2021): Especificações técnicas

iPad Pro M2 (2022)

  • Tamanho do ecrã: 11" (polegadas) e 12.9" (polegadas).
  • Preço base: Desde 1079 € (11") e desde 1479 € (12,9").
  • Processador: M2 (CPU 8-Core) (GPU 10-Core) (Neural Engine 16‑core).
  • RAM: 8 GB de RAM em modelos com 128, 256 ou 512 GB de armazenamento, 16 GB de RAM em modelos com 1 ou 2 TB de armazenamento.
  • Resolução: 2388 x 1668 píxeis a 264 ppi (11"). 2732 x 2048 píxeis a 264 ppi (12,9").
  • Luminosidade máxima: 600 nits (11"). 1000 nits de luminosidade em todo o ecrã, com um valor máximo de 1600 nits em apenas conteúdos HDR (12,9").
  • Tipo de ecrã: Mini-LED (somente no modelo de 12.9") Liquid Retina, ProMotion, True Tone, Wide color (P3), e totalmente laminado.
  • Apple Pencil: 2ª geração.
  • Smart Conector: Sim.
  • Tamanho e peso: O modelo de 11" tem 247,6 mm de altura, 178,5 mm de largura, 5,9 mm de profundidade e pesa 466 gramas (Wi-Fi) ou 468 gramas (Wi-Fi+ Cellular). O modelo de 12,9" tem 280,6 mm de altura, 214,9 mm de largura,  6,4 mm de profundidade e pesa 682 gramas (Wi-Fi) ou 684 gramas (Wi-Fi+ Cellular).
  • Armazenamento interno: 128 GB, 256 GB, 512 GB, 1 TB, 2 TB.
  • Câmaras traseiras: Grande angular: 12 MP, abertura de ƒ/1,8, Ultra grande angular: 10 MP, abertura de ƒ/2,4 e campo de visão de 125°, Zoom ótico a 2x para afastar, Zoom digital até 5x.
  • Câmara frontal: TrueDepth Ultra grande angular de 12 MP e campo de visão de 122° com abertura de ƒ/2,4.
  • Gravação de vídeo: 4K a 24/30/60fps (grande angular).
  • Sensores: Face ID e sensor LiDAR.
  • Som: 4 altifalantes Stereo.
  • Porta de carregamento: USB-C  Thunderbolt 4 e USB 4 compatível com: carregamento, DisplayPort, Thunderbolt 3 (até 40 Gb/s), USB 4 (até 40 Gb/s) e USB 3.1 de 2.ª geração (até 10 Gb/s).

iPad Pro M1 (2021)

  • Tamanho do ecrã: 11" (polegadas) e 12.9" (polegadas).
  • Preço base: Desde 909 € (11") e desde 1229 € (12,9").
  • Processador: M1 (CPU 8-Core) (GPU 7 ou 8-Core) (Neural Engine 16‑core).
  • RAM: 8 GB de RAM em modelos com 128, 256 ou 512 GB de armazenamento, 16 GB de RAM em modelos com 1 ou 2 TB de armazenamento.
  • Resolução: 2388 x 1668 píxeis a 264 ppi (11"). 2732 x 2048 píxeis a 264 ppi (12,9").
  • Luminosidade máxima: 600 nits (11"). 1000 nits de luminosidade em todo o ecrã, com um valor máximo de 1600 nits em apenas conteúdos HDR (12,9").
  • Tipo de ecrã: Mini-LED (somente no modelo de 12.9") Liquid Retina, ProMotion, True Tone, Wide color (P3), e totalmente laminado.
  • Apple Pencil: 2ª geração.
  • Smart Conector: Sim.
  • Tamanho e peso: O modelo de 11" tem 247,6 mm de altura, 178,5 mm de largura, 5,9 mm de profundidade e pesa 466 gramas (Wi-Fi) ou 468 gramas (Wi-Fi+ Cellular). O modelo de 12,9" tem 280,6 mm de altura, 214,9 mm de largura,  6,4 mm de profundidade e pesa 682 gramas (Wi-Fi) ou 684 gramas (Wi-Fi+ Cellular).
  • Armazenamento interno: 128 GB, 256 GB, 512 GB, 1 TB, 2 TB.
  • Câmaras traseiras: Grande angular: 12 MP, abertura de ƒ/1,8, Ultra grande angular: 10 MP, abertura de ƒ/2,4 e campo de visão de 125°, Zoom ótico a 2x para afastar, Zoom digital até 5x.
  • Câmara frontal: TrueDepth Ultra grande angular de 12 MP e campo de visão de 122° com abertura de ƒ/2,4.
  • Gravação de vídeo: 4K a 24/30/60fps (grande angular).
  • Sensores: Face ID e sensor LiDAR.
  • Som: 4 altifalantes Stereo
  • Porta de carregamento: USB-C  Thunderbolt 4 e USB 4 compatível com: carregamento, DisplayPort, Thunderbolt 3 (até 40 Gb/s), USB 4 (até 40 Gb/s) e USB 3.1 de 2.ª geração (até 10 Gb/s).

Como supracitado, as diferenças entre o iPad Pro M1 e o iPad Pro M2 são efetivamente poucas. Além da diferença no processador, o preço do iPad Pro M1 é inferior face ao M2.

iPad Pro M2 (2022) vs iPad Pro M1 (2021): Ecrã e design

A Apple manteve exatamente o mesmo design estático do modelo anterior M1. À semelhança do iPad Pro M1 de 2021, o M2 de 2022 possui exatamente os mesmos ecrãs de 11 polegadas e 12,9 polegadas. A resolução do modelo de 11 polegadas é de 2388 x 1668 píxeis a 264 ppi, enquanto que a resolução do modelo de 12,9 polegadas é de 2732 x 2048 píxeis a 264 ppi.

Foi em 2021 que a Apple introduziu nos modelos Pro de 12,9 polegadas uma das maiores mudanças no ecrã, adicionando retroiluminação mini‑LED, o que deu origem à Liquid Retina XDR, sistema de retroiluminação 2D com 2596 zonas de brilho diferenciadas. No modelo de 11 polegadas, estava embutido a retroiluminação LED, que apesar de tudo, tem uma diferença considerável no ecrã.

Enquanto o modelo de 12,9 polegadas tinha até 1.600 nits de brilho máximo em conteúdos HDR e 1.000 nits de luminosidade em todo o ecrã, o de 11 polegadas só conseguia 600 nits de brilho máximo. O 12.9 também aumentou a sua relação de contraste  de 1 000 000:1 , além de fornecer uma calibração de cores muito superior. Os iPad Pro M2 de 2022 seguem exatamente as mesmas especificações no ecrã. Os modelos de 2022 têm a sua estrutura em alumínio reciclado, com as laterais planas o que lhes confere uma estética distinta dos modelos mais acessíveis. Com efeito, o design dos iPad Pro M2 2022 é igual aos dos modelos M1 de 2021.

Um diferencial interessante face ao modelo do ano passado, e por culpa do chip M2, é um novo tipo de abordagem à Apple Pencil. Embora ambos os modelos tenham suporte à Apple Pencil de segunda geração, as versões com M2 embutidas ostentam um recurso que faz com que o ponteiro flutuante da funcionalidade Passagem sobre o ecrã, indique o local onde o Apple Pencil vai pousar para escrever e desenhar com extrema precisão. O ecrã deteta os sinais eletromagnéticos emitidos pela ponta do Apple Pencil até 12 mm. O processador M2 interpreta-os e determina a posição exata do Apple Pencil em três dimensões.

iPad Pro M2 (2022) vs iPad Pro M1 (2021): Desempenho

Como era espectável para os modelos de 2022, a Apple incorporou o chip M2, deixando de usar o M1 dos lançamentos do ano anterior. A arquitetura do M2 tem essencialmente a mesma matriz do M1 com uma CPU de 8 núcleos, com 4 núcleos de alto desempenho e 4 núcleos de eficiência energética. Apesar disso, a Apple afirma que a CPU (unidade central de processamento) é 15 a 18 % mais rápida que a do M1.

Depois há a GPU (unidade de processamento gráfico) de 10 núcleos que oferece um desempenho gráfico mais elevado e que chega até aos 35%. A GPU do M1 tinha 8 núcleos, mas em alguns modelos de iPad Pro mais acessíveis o oitavo núcleo estava desativado de fábrica. Por fim, o SoC (System-on-a-chip) M2 trás embutido o Neural Engine de 16 núcleos, a mesma quantidade que no M1, mas que consegue executar e processar 15,8 trilhões de operações por segundo, 40% a mais que o M1. Além disso, o chip M2 oferece também 100 GB/s de largura de banda de memória unificada, 50% a mais que o M1 e suporta até 16 GB de memória unificada rápida.

Obviamente que a melhoria mais substancial do Media Engine no M2, é uma grande vantagem para os criadores de conteúdo e para quem trabalha com edição e vídeo profissional. O motor de conteúdos multimédia de alto desempenho do M2 dá um enorme impulso à codificação e descodificação ProRes, com uma conversão dos projetos até 3 vezes mais rápida. O Media Engine no M2 ajuda a manter o vídeo em execução o mais rápido possível sem sobrecarregar a CPU.

Ainda não há benchmarks adequados do iPad Pro M1 vs o iPad Pro M2. No entanto já se pode ter uma ideia do quanto o M2 pode ser melhor face ao M1. O M1 usado no iPad Pro 2021 é o mesmo que o do MacBook Air M1 . No Geekbench, eles têm pontuações bastante semelhantes, com 1.706 resultados em single-core e 7.422 em multi-core para o MacBook Air, dando uma média de pontuações de 1.704 para o MacBook Air M1 e 7.205 para o iPad Pro M1.

Por outro lado, o MacBook Air M2  consegue  pontuações de 1.887 em single-core e 8.725 multi-core. Embora não seja uma comparação completamente justa, pelo menos indica que os modelos de iPad Pro com M2 terão uma melhoria considerável.

iPad Pro M2 (2022) vs iPad Pro M1 (2021): Câmaras e áudio

Como supracitado no tópico das especificações técnicas do iPad Pro M1 e M2, as duas variantes do iPad Pro oferecem duas lentes traseiras, uma Grande angular de 12 MP com abertura de ƒ/1,8 e uma lente Ultra grande angular de 10 MP com abertura de ƒ/2,4 e um campo de visão de 125°. O zoom ótico a 2x para afastar e o zoom digital até 5x também estão presentes no módulo das câmaras. A câmara frontal TrueDepth conta com uma lente Ultra grande angular de 12 MP e campo de visão de 122° com uma  abertura de ƒ/2,4.

No iPad Pro M2 de 2022, a gravação de vídeo está disponível nas resoluções 4K a 24, 25, 30 ou 60 fps na câmara Grande angular, em 1080p HD a 25, 30 ou 60 fps e em 720p HD a 30 fps. Podes gravar vídeos em ProRes até 4K a 30 fps, contudo se o iPad Pro for a versão com 128 GB de armazenamento interno, a gravação de vídeo ProRes é limitada à resolução 1080p a 30 fps. A câmara frontal tem compatibilidade com vídeo em câmara lenta em 1080p a 120 ou 240 fps, vídeo time‑lapse com estabilização, gama dinâmica expandida para vídeos até 30 fps, estabilização de vídeo cinematográfica (4K, 1080p e 720p).

A câmara frontal Câmara TrueDepth consegue gravar vídeos em 1080p HD a 25, 30 ou 60 fps, gama dinâmica expandida para vídeos até 30 fps e estabilização de vídeo cinematográfica (1080p e 720p). Nesse sentido, O iPad Pro M1 e o M2 possuem exatamente as mesmas  características nas câmaras, à exceção claro, da gravação de vídeo ProRes em 4K a 30 fps que é exclusiva no novo iPad Pro M2, mas para os modelos com 256 GB ou mais.

Para o áudio, os modelos M1 e M2 do iPad Pro, incluem um sistema de 4 altifalantes, exclusivo destes modelos e que fornece uma melhor experiência sonora em formato Stereo, independentemente da orientação. As duas variantes de iPad têm embutidos 5 microfones que a Apple classifica com qualidade de estúdio para chamadas e gravação de vídeo e áudio.

iPad Pro M2 (2022) vs iPad Pro M1 (2021): Bateria e conectividade

Se eventualmente desejares conectar fisicamente alguma coisa ao iPad Pro M2, sabe que podes fazê-lo pelo menos de duas formas. A primeira, é através da porta USB-C com suporte ao Thunderbolt 4 e USB 4, onde podes carregar o iPad e conectares acessórios USB-C, como unidades de armazenamento externo (pen-drives, discos rígidos) ou monitores DisplayPort entre outro tipo de monitores.

A segunda forma de te conectares fisicamente ao iPad é por intermédio do Smart Conector que está localizado na parte traseira do dispositivo e que foi projetado para funcionar com acessórios como teclados (Magic Keyboard) sem ocupar a porta Thunderbolt com interface USB-C. Provavelmente já concluíste que neste quesito, a Apple também manteve exatamente as mesmas características do iPad Pro M1 de 2021.

Para a conectividade sem fios, os modelos M1 de 2021 possuem Wi-Fi 6 e Bluetooth 5.0. Os modelos M2 de 2022 beneficiam da atualização para o Wi-Fi 6E e Bluetooth 5.3, todavia, isso só te é útil se tiveres infraestruturas de rede e periféricos com suporte aos protocolos e padrões de velocidade mais recentes.

Nas versões Cellular, não há mudanças a apontar. Os iPad Pro M1 e M2 têm suporte 5G, incluindo as frequências sub-6GHz e mmWave, além de Gigabit LTE. Apesar da Apple eliminar o suporte físico aos cartões SIM nos iPhones 14 para os EUA, ainda podes usar um nano-SIM físico ou um eSim no iPad Pro M2 2022 e M1 2021.

Em relação às capacidades de bateria, nada muda no iPad Pro M2 em relação ao iPad Pro M1 2021. Nesse sentido a capacidade de bateria dos modelos de 11 polegadas e 12,9 polegadas é a seguinte:

  • iPad Pro de 11"- Bateria de polímeros de lítio recarregável de 28,65 watt‑hora (7538 mAh) com suporte ao carregamento rápido a 18W.
  • iPad Pro de 12,9"- Bateria de polímeros de lítio recarregável de 40,88 watt‑hora (10758 mAh) com suporte ao carregamento rápido a 18W.

Os dois modelos de 11" e 12,9" ligados por Wi-Fi, oferecem até 10 horas de autonomia para navegares na internet ou veres vídeos. Os mesmos modelos com Wi‑Fi + Cellular oferecem até 9 horas de autonomia para navegar na internet usando a rede de dados móveis.

iPad Pro M2 (2022) vs iPad Pro M1 (2021): Preço e armazenamento interno

iPad Pro M2 2022 de 11 polegadas

  • iPad Pro M2 128 GB- 1079 € (mais 200 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M2 256 GB- 1209 € (mais 200 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M2 512 GB- 1459 € (mais 200 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M2 1 TB- 1959 € (mais 200 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M2 2 TB- 2459 € (mais 200 € para a versão Wi-Fi + Cellular).

iPad Pro M2 2022 de 12,9 polegadas

  • iPad Pro M2 128 GB- 1479 € (mais 200 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M2 256 GB- 1609 € (mais 200 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M2 512 GB- 1859 € (mais 200 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M2 1 TB- 2359 € (mais 195 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M2 2 TB- 2859 € (mais 195 € para a versão Wi-Fi + Cellular).

iPad Pro M1 2021 de 11 polegadas

  • iPad Pro M1 128 GB- 909 € (mais 170 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M1 256 GB- 1 019 € (mais 170 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M1 512 GB- 1239 € (mais 170 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M1 1 TB- 1679 € (mais 170 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M1 2 TB- 2119 € (mais 170 € para a versão Wi-Fi + Cellular).

iPad Pro M1 2021 de 12,9 polegadas

  • iPad Pro M1 128 GB- 1229 € (mais 170 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M1 256 GB- 1339 € (mais 170 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M1 512 GB- 1559 € (mais 170 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M1 1 TB- 1999 € (mais 170 € para a versão Wi-Fi + Cellular).
  • iPad Pro M1 2 TB- 2439 € (mais 170 € para a versão Wi-Fi + Cellular).

iPad Pro M2 (2022) vs iPad Pro M1 (2021): Deves atualizar?

É difícil responder a esta questão quando há efetivamente muita pouca diferença entre eles. As melhorias subjacentes no iPad Pro M2 de 2022 são a mudança do chip M1 para o M2, melhorias no Wi-Fi e Bluetooth, gravação de vídeo ProRes e a deteção de quando o Apple Pencil está próximo do ecrã. Tirando isso, não há mudanças reais que justifiquem uma mudança do iPad Pro M1 para o M2.

Para os utilizadores de iPad Pro de gerações anteriores ao  M1, ou outros utilizadores que desejem migrar a sua atividade profissional para um tablet, então o iPad Pro M2 de 2022 ainda pode ser uma boa opção de compra. Por outro lado, os proprietários do iPad Pro M1 de 2021 não verão motivos suficientes para justificar um upgrade, mesmo com o aumento de desempenho do M2.

DaVinci Resolve a ser executado no iPad Pro M2

Eventualmente, alguns criadores de conteúdo mais exigentes poderão atualizar o modelo de 2021 para o modelo de 2022. Com a inclusão do media Engine no M2 para uma edição e execução de vídeos mais rápida, o novo iPad Pro M2 pode-se tornar numa excelente ferramenta de produção criativa.

Muitos YouTubers, Videógrafos e outros criativos da área vêm isso como uma opção viável para o trabalho. Com o editor de vídeos DaVinci Resolve a chegar ao iPad antes do fim de 2022, isso torna-o ainda mais apetecível. Ainda assim, o iPad Pro M2 continua a ser a melhor escolha para utilizadores de tablets que desejam um alto desempenho aliado a uma boa portabilidade.

Onde comprar o Apple iPad Pro M2

O novo iPad Pro M2 já está disponível para reserva na iStore com as entregas a serem efetuadas a partir do dia 26 de outubro. Se porventura procuras outro produto Apple, mas tens alguma dúvida, consulta o nosso Guia de Compras Apple para te ajudar nesse sentido.

E tu, pretendes adquirir o novo iPad Pro M2? O que achas dele? Fica atento às novidades do universo Apple aqui no iFeed.

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo