iPhone 15 Pro poderá mudar a forma como conhecemos os botões laterais

Estão preparados para botões laterais sensíveis ao toque?
Escrito por Pedro Alves e
2 mins de leitura
iPhone 15 Pro poderá mudar a forma como conhecemos os botões laterais
Publicidade
Publicidade

Ainda há pouco tempo conhecemos as gamas iPhone 14 e 14 Pro, e já começam a surgir rumores sobre os seus sucessores. Pela mão do conhecido analista Ming-Chi Kuo, que já por diversas vezes antecipou novidades da Apple com uma taxa de sucesso considerável, ficamos agora a saber que o iPhone 15 Pro poderá trazer uma novidade relativamente simples, mas com impacto na utilização do mesmo.

Os botões laterais de alimentação e de volume não são uma ciência aeroespacial, muito longe disso. Aliás, provavelmente são dos componentes mais aborrecidos dos smartphones atuais, porque a par de mudanças de design, praticamente nada foi sendo acrescentado ao longo dos anos. São simples botões com clique físico, ponto final.

Mas, e se o iPhone 15 Pro inaugurasse uma nova forma de interagir com estes botões? É exatamente isso que poderá acontecer: passarem a existir botões táteis, que replicariam a sensação de clique através de motores de vibração colocados debaixo dos mesmos.

iPhone

Se pensarmos bem, isto já existe há uns anos: o botão Home dos iPhones 7, 8 e SE 2020 e 2022 funciona exatamente desta forma: o botão é fixo, mas lê a pressão exercida sobre ele mesmo e faz com que o iPhone vibre. O mesmo acontece com os trackpads dos MacBooks: experimentem pressionar o trackpad com o Macbook desligado... Nada acontece, certo?

A adoção desta forma de interação nas laterais traduzir-se-á numa menor taxa de falhas mecânicas, em bordas mais uniformes, e acrescenta a possibilidade dos botões lerem gestos e não só toques, como acontece agora. Imaginem fazer scroll numa página web com o simples deslizar do dedo para baixo no botão de power... Sem necessidade de tocar no ecrã para deslocar o conteúdo, a experiência era muito mais suave e menos intrusiva, porque nada tapava o ecrã.

Ainda vamos ter de aguardar algum tempo para saber se este rumor se torna realidade... Mas que o conceito é interessante, isso é inegável!

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo