Notícias

iOS/iPadOS 17.0.1 e watchOS 10.0.1 acabam de ser lançados!

Será que a tua webcam está a ser pirateada?

Será que a tua webcam está a ser pirateada?

PUB

lyca lyca

A evolução dos tempos está a fazer com que as ameaças se adaptem cada vez mais às ações e comportamentos dos utilizadores. Naturalmente, o facto das nossas vidas estarem cada vez mais digitalizadas não passa despercebido aos amigos do alheio, que se apressaram a adotar técnicas maliciosas destinadas especificamente a alvos digitais.

As webcams dos computadores são presas relativamente fáceis, até para os piratas menos entendidos. A simples instalação involuntária de um software infetado com código malicioso pode abrir a porta ao controlo remoto deste componente das nossas máquinas, que se tornam em autênticas armas de vigilância sem que nos apercebamos. Assim, se achas que a tua webcam pode ter sido pirateada, não deixes de ler as nossas sugestões abaixo de forma a teres a certeza se estás ou não sob ataque.

Verifica o tráfego da rede

Se a tua webcam está a ser usada para te espiar, o respetivo computador tem de enviar os dados capturados através da rede. Assim, basta recorreres à ferramenta de gestão do teu router para verificares tudo o que está a ser enviado e recebido. O próprio sistema operativo também tem ferramentas que permitem analisar que aplicação ou tarefa está a gerar mais tráfego de rede. Se não reconheceres alguma delas, provavelmente estás sob ataque, mesmo que não seja especificamente com recurso à câmara.

A luz da webcam é útil

Alguns computadores portáteis têm uma luz física que acende sempre que a webcam está em utilização. Assim sendo, é fácil perceber que, se esta luz acender sem ter sido por tua iniciativa, algo está errado.

Analisa os ficheiros guardados

Há piratas tão preguiçosos que confiam na ignorância das vítimas, e por isso deixam rastos da sua atividade um pouco por todo o lado, na esperança de que quem os vir não perceba a sua origem. Com isto em mente, procura no teu computador ficheiros de vídeo desconhecidos que aches estranhos, pois se apareceres neles é porque estás a ser atacado.

Procura aplicações suspeitas

O malware gasta recursos do computador onde está a correr, por isso uma visão rápida no gestor de tarefas ou no monitor de atividade da tua máquina vai dar-te uma perspetiva daquilo que está aberto e a funcionar. Desconfia do que te for estranho.

Verifica as extensões do browser

Alguns ataques aterram nas máquinas sob a forma de extensões do browser, em vez de aplicações ou programas. Analisa todas as que tens instaladas, removendo as desconhecidas. Se, ao mesmo tempo que abres o browser, a luz da webcam acende, ativa na hora o modo de alerta máximo.

Procura por malware

Pesquisas regulares por malware são uma forma eficaz de detetar ameaças precocemente. Existem imensas ferramentas dedicadas a esta finalidade, às quais deves recorrer com a frequência que achares adequada. Lembra-te também que, a cada semana, novas vulnerabilidades são descobertas, por isso o software em questão deve estar sempre atualizado.

Verifica as definições de segurança

Quando a tua webcam está comprometida as suas definições podem ter sido manipuladas. Verifica isto, e se te aperceberes de alterações que não fizeste, é mau sinal. O mesmo acontece com as definições de segurança do teu computador: mantém sempre o cerco apertado.

Remote work with encrypted connection

Como te deves proteger?

Tapar a webcam com um autocolante até pode parecer uma solução simples, mas não é de todo a mais recomendada. Assim, para te protegeres eficazmente das ameaças, deves:

  • Usar um antivírus como o da Surfshark, que tem uma funcionalidade dedicada à proteção de webcams;
  • Evitar clicar em links suspeitos;
  • Usar uma VPN, pois assim o teu IP é mascarado, não podendo ser mais tarde utilizado para aceder ao teu computador;
  • Ligar a firewall, que ajuda sempre a bloquear ligações de entrada na tua máquina.

No final do dia, a segurança online depende apenas das tuas escolhas. Por isso, não deixes este assunto em mãos alheias: confia na Surfshark.

A Surfshark tem soluções de proteção tudo-em-um: VPN, antivírus, bloqueador de cookies e anúncios, proteção de webcam, antimalware e mais, tudo num só local e agrupado numa só subscrição. Graças a uma parceria com o iFeed, podes subscrever um plano com até 82% de desconto, e ainda tens direito a dois meses de serviço totalmente grátis! Clica já neste link e aproveita esta oferta imperdível!


PUB

lyca lyca

📬 Inscreve-te na nossa newsletter

Recebe os nossos artigos mais relevantes diretamente no teu email.

Inscrever
📬 Inscreve-te na nossa newsletter

Ótimo! Inscreveste-te com sucesso.

Bem-vindo de volta! Fizeste login com sucesso.

Inscreveste-te com sucesso no iFeed.

Sucesso! Verifica o teu email para obter o link mágico de login.

Sucesso! As tuas informações de cobrança foram atualizadas.

A tua cobrança não foi atualizada.