Há um ditado que diz o seguinte: "quem não deve, não teme". Pois bem, mesmo que não tenhas nada a esconder é sempre bom guardar as tuas informações com alguma segurança, seja por senha ou qualquer outro método disponível.

A Apple disponibiliza para desenvolvedores terceiros uma API que os permite bloquear as suas apps com o Touch ID ou Face ID e isto é de grande utilidade para nós, utilizadores. Mas o que nem todos sabem é que existem aplicações nativas dos sistemas da gigante de Cupertino que também usam este método de segurança, uma delas é a Notas.

Como sabes, aqui no iFeed queremos que aproveites ao máximo os teus dispositivos da Maçã, então aqui vai mais uma dica de como proteger melhor os teus textos, os teus pensamentos ou até o teu diário pessoal, dentro da app Notas.

Segue as instruções para ativares nos teus dispositivos:

  • Vai às Definições e acede às configurações da aplicação Notas.
  • Entra na aba de Palavra-passe/Password e adiciona a tua senha numérica ou alfanumérica e logo após ativa o Touch ID ou Face ID no teu iPhone/iPad.

Ao ativar estas configurações automaticamente entrará em vigor em todo o teu iCloud, sincronizando com os teus dispositivos que usam o mesmo Apple ID (inclusive em iCloud.com). No macOS o funcionamento é um pouco diferente, pois terás que digitar a senha das notas - caso o teu Mac não possua Touch ID - para as poderes aceder. Uma vez ativada a proteção, não haverá como abrir para ler as informações contidas na nota sem antes autenticar-se, seja por meio de reconhecimento fácil, biometria ou digitando a senha.

  • Para bloquear o acesso direto à nota, basta escolher uma, tocar ou clicar no ícone de reticências em uma nota que desejares, e tocar no ícone de cadeado. (a captura de ecrã feita acima está na beta do iOS 14 beta 3, mas no 14 é semelhante).
  • Ao deixares a nota ou fechar a app, o bloqueio ativará e para a acederes novamente terás que te autenticar.

Pronto, agora estás mais protegido do que quando leste a primeira linha deste artigo. Espero que te lembres sempre da senha (recomendo anotar em algum lugar seguro em tua casa onde tenhas fácil acesso se te esqueceres em algum momento), pois poderás redefini-la depois, mas não conseguirás ter acesso às notas anteriormente bloqueadas.

Em quantas notas ativaste a proteção? Isto foi útil para ti? Conta-nos!