Não é novidade para ninguém que frequentemente se encontram funcionalidades oriundas do mundo Android no iOS e vice-versa. Esta versão do iOS 14 não é exceção.

Com a apresentação do iOS 14 na WWDC 2020, ficamos a conhecer algumas novidades que vão tornar os nossos iPhones ainda mais práticos e atraentes. Algumas já as podes conhecer no hands-on do iOS 14 que o iFeed preparou para ti aqui, aqui e aqui.

Ainda que para os utilizadores de iOS representem novidades importantes, grande parte delas são já conhecidas em traços gerais dos utilizadores do Android.

Deixo-vos aqui um resumo de algumas dessas novas funcionalidades que o Cnet muito bem nos lembrou.

Obviamente que isto não tira o mérito à Apple, até porque algumas delas já são pedidas há muito tempo e agora prometem ser ainda melhores do que conhecíamos no Android.

App Traduzir

Com o iOS 14 a Apple introduz nativamente uma aplicação para tradução integrada com a Siri. Promete ser eficaz e vai também ser incorporada no Safari. Muito bom, contudo nada de novo, já uso a app Tradutor da Google que foi evoluindo e se revelou sempre minimamente eficiente. Sem esquecer que o browser Chrome tem o tradutor incorporado há uns bons tempos.

Widgets

Imagem 9to5mac

Chegam com muitos anos de atraso, mas antes tarde que nunca, evoluíram dentro do iOS e são agora nesta versão 14 bem mais funcionais e verdadeiros widgets. No Android já são verdadeiros widgets há muitas e muitas versões.

App Clips

Esta funcionalidade vai permitir entre outras coisas utilizar uma parte de uma aplicação, ou alguma funcionalidade desta sem que para isso seja preciso fazer download e instalar toda a aplicação. Poderá ser usado para uma operação esporádica, como a compra de um bilhete para um espetáculo ou o pagamento de um parque de estacionamento, por exemplo. Não tenho conhecimento que este método seja muito utilizado em Portugal, porém as Instant Apps existem no Android desde 2016 e têm a mesma função base.

Biblioteca de Aplicações

Imagem Cnet

Outra das novidades do iOS 14, bastante badalada, que vai permitir organizar as aplicações em grupos ou listas. Organizar o Ecrã Principal é o principal objetivo e nesse campo o Android alberga todas estas opções e ainda mais.

App Mapas com suporte para quem se desloca de bicicleta

É de facto um grande apoio para quem se desloca de bicicleta numa grande cidade. Neste momento a app Google Maps faz tudo o que foi anunciado na WWDC 2020 com a exceção da sinalética de escadas. Navegação passo a passo é uma realidade na app da Google, bem como demais informação que o utilizador gostará de saber que vai encontrar pela frente no seu percurso.

Picture-in-picture

Ver um vídeo enquanto navegamos por outras apps vai ser uma realidade no iOS 14. O vídeo aparecerá numa janela flutuante que pode ser deslocada para onde quisermos. Muito prático quando queremos continuar a ver um vídeo enquanto fazemos uma pesquisa no Safari por exemplo. Adivinha lá, sim isto já é possível no universo Android.

Modo Sono

O Modo Sono vai permitir, entre outras coisas, que programes um horário no teu iPhone para que durante esse período nada perturbe o teu descanso. Obviamente que aqui muito poderá ser inovador quando integrado com o Apple Watch, por exemplo. Todavia criar uma rotina de tempo de sono no Android já é possível fazer recorrendo à app Google Home.

Por fim resta-me arriscar dizer que todas estas funcionalidades integradas no ecossistema Apple vão funcionar de facto harmoniosamente. Por isso, não me espanta que apesar de recentes se venham a tornar mais completas e funcionais do que as existentes no mundo Android.

Este artigo não pretende ser um “objeto de arremesso” na eterna competição entre Apple e Google. Pelo contrário, é de saudar que ambas as marcas se inspirem no que há de bom no outro lado da barricada. Deste modo, quem ganha é o utilizador, seja do iOS ou do Android, ambos são sistemas perfeitamente capazes.