iPhone 14 Pro com Always-on Display? Código do iOS 16 indica que sim!

Uma das funcionalidades mais pedidas por utilizadores de iPhone é o Always-on Display, que vai chegar finalmente ao iPhone este outono!

Recurso presente há bastantes anos em vários equipamentos Android, o Always-on Display permite a exibição de informações, como horas, meteorologia, data e até mesmo notificações enquanto o smartphone está em repouso, sem necessidade de desbloquear o equipamento ou tocar no ecrã para ver a informação.

Segundo o 9to5mac, o código da primeira beta do iOS 16 vem com bastantes referências à introdução desta funcionalidade no iPhone 14.

O Always-on Display está já presente no Apple Watch desde os modelos Series 5 (com excepção do SE), onde os ecrãs têm uma taxa de atualização variável de 1Hz até 60Hz. É neste detalhe que reside o segredo para a implementação do Always-on Display de forma prática e eficiente. Com uma taxa de atualização variável que possa descer até 1Hz, isto significa na prática, que o ecrã é atualizado apenas uma vez a cada segundo, e dessa forma, há um impacto muito baixo no desgaste da bateria.

Com o lançamento dos ecrãs LTPO ProMotion com uma taxa variável de 10Hz até 120Hz no iPhone 13 Pro, a expectativa de muitos utilizadores verem o Always-on Display nesses modelos era elevada. Contudo, tal não sucedeu. A razão para tal é, mesmo com uma taxa de atualização mínima de 10Hz no iPhone 13 Pro, o Always-on Display consumiria muita bateria, tendo em conta que o ecrã é atualizado dez vezes por segundo. Por outro lado, para uma boa eficiência energética com o Always-on Display ativo no iPhone, a Apple precisará de incluir ecrãs que possam oferecer uma taxa de atualização mínima de 1Hz semelhante aos do Apple Watch Series 5 ou posteriores.

Como já supracitado, o Always-on Display já está presente no universo Android há muitos anos, mas o impacto na duração da bateria nesses equipamentos é notório. Só com esta funcionalidade ativa, o gasto da bateria é de 1% ou mais a cada hora, o que obriga muitos utilizadores a desativarem esse recurso útil. Eventualmente o enorme atraso da Apple para implementar o Always-on Display nos iPhones, estará relacionado com este importante detalhe.

Outro detalhe muito importante, é a escassez de componentes eletrónicos devido à pandemia e outras questões logísticas. Era suposto o iPhone 12 Pro vir equipado com um ecrã de 120Hz, mas tal só se veio a confirmar no iPhone 13 Pro. Portanto, a probabilidade da Apple não conseguir ecrãs de alta qualidade suficientes com uma taxa de atualização mínima de 1Hz não pode ser totalmente descartada. O problema não tem a ver com a implementação da tecnologia em si, mas sim, a obtenção dos componentes necessários para o fabrico em massa dos ecrãs para os novos iPhones.

Resta aguardar mais algum tempo até ao iOS 16 chegar, bem como os novos iPhones que trarão este suporte ao recurso. E tu, gostarias de ver o Always-on Display presente no futuro iPhone 14 Pro?