Queres criar um podcast e não sabes como? Temos a resposta.

Queres criar um podcast e não sabes como? Temos a resposta.

Interessado em criar o teu próprio podcast? Vê aqui o nosso guia com tudo aquilo que precisas de saber.

Diogo Alvo
∙ 4 minutos de leitura

Tempos difíceis obrigam-nos, muitas vezes, a reinventarmo-nos. Desse modo, se sempre quiseste criar um podcast mas nunca tiveste a força, coragem ou vontade para tal, chegou a hora de pores mãos à obra!

O termo Podcast surge da junção de "iPod" e "Broadcast" e tem vindo a ganhar fama com o tempo. É definido por conteúdo apenas de áudio e que pode ser descarregador para qualquer dispositivo com smartphone ou computador, para ouvir numa caminhada matinal ou numa viagem de transportes públicos.

Há até casos de podcasts que podem ser vistos no YouTube, mas isso seria assunto para outro artigo. E como é que podes criar um? A resposta não é tão complicada como podes pensar.

Ainda assim, é preciso seguires alguns passos para criares o teu próprio podcast. Se estás a pensar criar algo neste formato, temos uma lista de coisas que deves fazer para ter sucesso.

Uma boa ideia

Este é o passo mais importante. Porquê? Sem uma boa ideia, não podes criar um bom podcast. Não é tudo, mas ter uma ideia é meio caminho andado para criares o teu próprio podcast.

Pode ser um podcast de conversas com figuras públicas ou até com pessoas que tenham nome numa determinada área, como, por exemplo, no marketing digital.

Ou até apenas um podcast em que todas as semanas falas de um tema que te interessa e que funciona como se fosse um diário.

Não interessa propriamente o tema, mas sim que seja uma ideia que vá atrair muitas pessoas e que aborde temas com os quais te sintas confortável.

Depois, vais precisar de identificar o teu público-alvo e também perceber qual é a linguagem que deves adaptar – é importante que seja a mesma em todos os episódios.

Aproveita também para ouvires um podcast semelhante à ideia do teu. Pode servir como inspiração, para tirares notas do que é feito de bem e/ou mal e onde te podes diferenciar.

Planeamento

Já tens o tema e dominas o assunto, o próximo passo é definires o conteúdo que vais abordar por episódio ou os convidados que vais ter. Podes utilizar um caderno ou uma aplicação de organização de tarefas. O resultado será o mesmo.

Cria um guião, se for um assunto planeado, porque te vai ajudar enquanto estás a ler e também mais tarde na edição porque saberás o que foi dito em cada etapa.

De seguida, tens de perceber qual é que é a frequência em que vais lançar novos episódios. Quer seja semanal, quinzenal, ou mensal, o importante é manteres a regularidade e não falhares com nenhum prazo.

O equipamento necessário

Atualmente, qualquer pessoa pode gravar um podcast sem ter de comprar nenhum equipamento adicional. Leste bem, basta utilizares o teu smartphone, que já tem uma qualidade boa de som, e começares a gravar.

Ainda assim, se tens essa possibilidade podes sempre investir num gravador ou num microfone.

Encontras na internet vários microfones com preços acessíveis e que podem ser ligados ao teu telemóvel ou ao computador com muita facilidade. A qualidade do som vai ser certamente melhor.

A gravação

Já tens tudo planeado e o equipamento certo, é altura de gravar. Escolhe um ambiente confortável e silencioso – se possível uma sala onde sabes que a acústica é boa. Desta forma poupas trabalho na edição e também a qualidade de áudio será melhor.

Se utilizares o microfone não aproximes demasiado da boca ou não o afaste em demasia. O ideal será teres o microfone com a distância de uma mão, mas confirma sempre em testes como é que está o som.

Assumindo que não tens acesso a um estúdio profissional, grava num espaço onde não serás interrompido. Normalmente, o roupeiro é uma boa opção para gravar por causa do isolamento acústico ou até na casa de banho. Pode parecer estranho, mas o resultado será melhor.

A edição

Este passo é provavelmente o mais complicado – especialmente se não tiveres qualquer experiência em edição de áudio. Mas, não te preocupes que com o tempo vais lá.

Em primeiro, guarda sempre a versão original da gravação. Podem surgir problemas e se precisares de reeditar podes sempre voltar atrás.

A escolha do programa também vai ajudar. O software mais fácil de edição é o Audacity que é aberto e grátis para todos. Abres a faixa de áudio e começas a editar, podes sempre fazer zoom na faixa e cortar um pequeno erro da gravação.

Há também a opção de juntares faixas de áudio diferentes no meio da gravação original. Neste programa é tudo simples e facilmente encontrado.

A publicação

Há cada vez mais plataformas e aplicações de podcasts, mas as principais são o Spotify, o Apple Podcasts ou o Google Podcasts. Mas, enganas-te se achas que tens de publicar tudo separado.

O Anchor Podcasts trata disto por ti. Basta registares o teu podcast nesta plataforma grátis que ele se encarrega não só de alojar o podcast, como de distribuir os episódios por todas as plataformas. No entanto, poderás ter de esperar alguns dias para que o teu podcast seja aprovado.