Headset AR/VR da Apple tem novos detalhes divulgados!

Surgiram mais informações e detalhes interessantes acerca do futuro headset AR/VR da Apple.
Escrito por Samuel Pinto e
2 mins de leitura
Headset AR/VR da Apple tem novos detalhes divulgados!
Publicidade
Publicidade

Muito se tem escrito, falado e especulado sobre o headset de realidade aumentada e realidade virtual da Apple. Rumores do passado apontavam a sua chegada ao mercado em 2022, porém, tal não veio a suceder. Será em 2023? É expectável que sim. Entretanto, foram divulgados novos detalhes técnicos acerca do headset de realidade mista AR/VR da Apple.

Um primeiro detalhe técnico tem que ver com a forte possibilidade do headset exigir uns AirPods para reprodução de áudio. Embora tudo aponte para que o headset AR/VR da Apple venha equipado com altifalantes na sua estrutura, a verdade é que na sua utilização prática, o áudio acabaria por ser ouvido por pessoas à volta. Por esse motivo, e por questões de privacidade, seria requerido o uso de AirPods de forma a que outras pessoas não oiçam o que se passa no headset.

Ainda relacionado com este detalhe técnico, é sugerido que apenas os AirPods com o chip H2 teriam suporte ao áudio do headset de realidade mista AR/VR da Apple. Na prática isto significa que apenas os AirPods Pro de 2ª geração seriam compatíveis. Alegadamente, outros fones de ouvidos sem fios não podem ser usados em virtude do atraso (delay) entre aquilo que os utilizadores estão a ouvir e aquilo que vêm.

Ao que tudo indica, os AirPods Pro de 2ª geração com chip H2 têm suporte secreto a um modo chamado transmissão de baixa latência, ao qual foi projetado para funcionar em colaboração com o outro chip H2 embutido no headset AR/VR da Apple. Na teoria este será o motivo pelo qual apenas os AirPods Pro de 2ª geração são os únicos compatíveis com o headset de realidade mista AR/VR da Apple. A mesma fonte aponta que novos modelos de AirPods com chip H2 entretanto serão lançados de forma a que mais modelos de AirPods sejam compatíveis com o headset AR/VR quando ele estiver disponível para compra.

Um segundo ponto está relacionado com as tiaras do headset de realidade mista AR/VR da Apple. Ao contrário do Apple Watch, em que é possível trocar as braceletes, no headset da Apple não será possível trocar as tiaras em virtude de tais terem acopladas componentes electrónicos e baterias. Quanto a especificações técnicas, o dispositivo terá albergado dois displays micro-LED com resolução 4K, um para cada olho e um ecrã voltado para fora exibindo as expressões faciais do utilizador para outras pessoas. Além disso, alegadamente o headset virá equipado com doze câmaras entre outros sensores, tudo isto, acionado pelo chip M2.

Um terceiro ponto, é o seu preço bastante azedo. Acredita-se que o dispositivo de AR/VR da Apple possa rondar os 3 mil dólares, e que a sua construção seja feita com materiais nobres como fibra de carbono, alumínio e vidro. Especula-se que o equipamento de realidade aumentada e realidade virtual da Apple seja mais fino e mais leve que o recém-lançado Meta Quest Pro.

Por fim, a Apple pretende que este produto tenha como principal foco o mercado corporativo e educacional e não apenas o mercado de videojogos. Aliás, a Apple tem uma equipa a trabalhar em conteúdos educacionais de realidade aumentada. As aplicações do iPhone também serão executadas num formato 2D sobreposto.

O que achas deste headset de realidade mista AR/VR da Apple que poderá chegar ainda este ano? Achas interessante, ou nem por isso?

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo