iMessage no Windows 11? CEO da Microsoft diz que pode acontecer

A Apple só tem de querer integrar as suas Apps na Microsoft Store...
2 mins de leitura
iMessage no Windows 11? CEO da Microsoft diz que pode acontecer
Publicidade
Publicidade

A Microsoft anunciou o seu novo Windows 11 esta semana e algumas das novidades que o envolvem. Novidades essas que, em determinada maneira, podem envolver a Apple.

Uma das introduções do Windows 11 face à versão anterior do sistema operativo da empresa de Redmond é que a sua loja de aplicações será aberta a marketplaces de terceiros. Isto é, a Microsoft Store poderá integrar outras lojas dentro dessa, sem qualquer contratempo para os developers.

E essa é uma das razões pela qual será possível instalar aplicações Android – através da Amazon Store – no Windows 11. No entanto, o mesmo tipo de integração não se vê com o iPhone da Apple, por exemplo.

Mesmo assim, numa entrevista ao The Wall Street Journal, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, afirmou uma vez mais que seria ótimo poder haver uma integração melhor entre o iPhone e o Windows, tal como acontece com os smartphones Android.

Android Apps no Windows 11 são só o início, o resto depende da Apple...

Satya refere até que, tal como qualquer outra empresa, a Apple seria altamente bem-vinda em trazer alguns dos seus serviços para o Windows, como iMessage. Sabemos que, no final do ano, o FaceTime chegará às demais plataformas – como Android e Windows.

O iMessage acaba por ser pouco relevante para a maioria dos utilizadores do iPhone em Portugal, uma vez que a sua rede de contactos, na maioria dos casos, não opta por esse meio para trocar mensagens. Porém, seria uma enorme surpresa noutros países e regiões e, por um lado, ficou a saber-se que a Microsoft gostaria de contar com esse no Windows 11 se assim acontecer.

Finalmente, talvez seja possível ver esse acontecimento realidade se, porventura, a empresa liderada por Tim Cook decidir lançar uma versão do iMessage para Android. Se for esse o caso, porque não movê-lo também para o Windows e conceder aos utilizadores a possibilidade de comunicarem pelo seu computador?

Veremos.

Eis outras publicações que vais adorar ler:
Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo