• Home
  • Notícias
  • Fortnite poderá regressar ao iPhone, mas não para já
Fortnite poderá regressar ao iPhone, mas não para já
Pedro Henrique Carvalho

Fortnite poderá regressar ao iPhone, mas não para já

PUB

A União Europeia (UE) e a Apple estão cada vez mais alinhadas na medida em que a segunda tem seguido as regras impostas pela Lei dos Mercados Digitais que a União impôs. Com efeito, pode dizer-se que a Apple acabou por colocar a entrada USB-C no iPhone em vez da antiga Lightning, por causa da UE, também se pode agradecer à UE o facto de ser agora possível instalar lojas de aplicações terceiras no iPhone. 

Contudo, a medida mais recente não teve, para já, grande impacto na Apple ou até mesmo na vida da maioria dos seus utilizadores. Isto porque, por um lado, há inúmeras barreiras (ou requisitos), por parte da Apple, que incompatibilizam essa realidade. A Apple fá-lo protegendo-se a si, à sua reputação, aos utilizadores e segurança dos mesmos no uso dos dispositivos.

Fortnite saiu da App Store há 4 anos...

Vjeran Pavic / The Verge

Porém, há uma empresa que poderá regressar ao spotlight muito brevemente devido a esta mudança. A Epic Games. Teoricamente, a Epic já terá submetido o pedido à Apple para que o Fortnite possa integrar, novamente, os iPhone de uma forma nativa. Como? Através da Epic Games Store, que poderá vir a ser descarregada pelos utilizadores se assim quiserem.

Tudo remonta a 2020. O Fortnite – um dos jogos mais jogados do momento naquele ano – foi removido da App Store uma vez que não cumpria os requisitos que a Apple impunha. A Epic Games introduziu um método de pagamento direto para V-Bucks, contornando o sistema de compras dentro da aplicação da Apple e violando as políticas da App Store, o que conduziu a empresa de Tim Cook a remover o jogo da loja de aplicações.  

Para alem de banir o Fortnite, a Apple proibiu a Epic Games de utilizar a App Store desde então. Porém, a Lei dos Mercados Digitais, que a Epic Games tem apoiado ativamente, abriu um caminho para que o Fortnite regresse ao iPhone. Consequentemente, a Epic está a planear lançar novamente o jogo na UE. Espera-se que o mesmo aconteça já nos próximos meses, utilizando os novos regulamentos introduzidos pela DMA. 

De acordo com as políticas atuais da Apple, as aplicações devem primeiro ser testadas, um processo que envolve uma revisão humana pela Apple, algo que pode ser mais moroso do que desejado. Uma vez aprovada, a aplicação deve pagar a taxa de tecnologia central, uma cobrança de 50 cêntimos por instalação, por ano, para downloads que excedam um milhão de unidades. 

Empresas como a Epic e a Spotify criticaram estas taxas e outros aspetos dos termos comerciais alternativos da Apple, argumentando que a Apple ainda não está em conformidade com a DMA. 

A ver vamos quanto tempo levará até que Fortnite consiga mesmo regressar à App Store. Para já, cerca de quatro anos desde que foi retirado. Veremos quantos faltam para que possa estar no iPhone novamente.

Fica a par de todas as novidades da Apple aqui no iFeed:

Pedro Henrique Carvalho profile image Pedro Henrique Carvalho
Publicado a
Notícias